.
.

2.10.20

Gato renal: soro fisiológico ou ringer com lactato?

Há três anos, eu escrevi o post que mais traz leitores do Google para cá, com dicas de aplicação de soro subcutâneo em casa, aprendidas no estágio final da doença renal do Simba. Segundo o veterinário Valdo Reche, 60% dos gatos terão um grau de disfunção nos rins ao morrer, estatística que livra poucos tutores desse pesadelo.

Aí, vem a pergunta que também recebo bastante: soro fisiológico, ringer ou ringer com lactato? Quem me socorreu na resposta foi o Dr. Eduardo Carneiro. Primeiro, vale explicar a composição de cada um: o soro fisiológico tem apenas água e cloreto de sódio, enquanto o ringer leva ainda cloreto de cálcio e cloreto de potássio, e no ringer com lactato acrescenta-se, adivinhem!, lactato de sódio. rs


À maioria dos bichanos renais, recomenda-se o uso do soro fisiológico simples, só para repor a quantidade perdida de líquido — entendam tudo sobre a doença aqui. É que o excesso de sais minerais do ringer pode sobrecarregar ainda mais os rins combalidos e o lactato, aumentar o teor alcalino, geralmente alto em quadros com vômitos estomacais.

Como tudo que envolve vidas, porém, há exceções nessa conduta. Se os rins não expelirem ácido suficiente na urina, por exemplo, o animal desenvolve acidose (uma diminuição do PH do sangue), que o ringer com lactato ajuda a reverter — sendo indicado principalmente para os casos que pedem grandes volumes de solução fisiológica.

Existe ainda a possibilidade de turbinar esses soros todos com glicose ou outros sais minerais, dependendo da necessidade do peludo. Consultem sempre, portanto, um veterinário.

Simba recebendo soro subcutâneo

Outras infos importantes:

:: Doença renal, pelo maior especialista em gatos do Brasil
:: 7 dicas que podem salvar seu amigo
:: Como fazer o bichano beber água
:: 13 macetes para dar líquidos na seringa
:: 9 sinais de doença que a gente não percebe
:: O desafio da alimentação natural
:: Quando a alimentação natural não dá certo
:: Ração úmida mais barata para gato renal
:: Seu pet não come ração úmida (patê, sachê, latinha)?
:: Alimentação de emergência para gato desidratado

4 comentários:

Unknown disse...

Bom dia Beatriz como vai?! Tenho uma gata renal Bella ha um ano foi diagnosticada. Agora esta bem debilitada aumentou a dose do soro de 100 diario para 250. Ela come mas esta bem magra e agora fica tentando evacuar mas não consegue. Faz uma semana que levei no vet os exames ate que estao bem tirando o da parte renal. Alguma dica, desculpe eu perguntar mas estou no escuro isso é indicio de que ela esta na fase final da doença?!

wcris disse...

Já penei nesse calvário 3 vezes. É dureza acompanhar esse final. Mas eles merecem todo sacrifício. Pior do que acompanhar os renais é sofrer as dores que eles sentem.

Unknown disse...

Onde encontro ringer com lactato.moro zona norte .proximo lapa.freguezia do ó.pirituba.

Beatriz Levischi disse...

Você tem de fazer essa pergunta ao veterinário, tutora da Bella. Não sinta vergonha, é papel deles explicar as coisas até a gente conseguir entender. Não dá para saber o estágio da doença sem consultar o animal nem ver os exames. :\

Achei que a doença renal fosse o pior fim para um gato, mas o carcinoma da Clara também não está fácil, Cris.

Para comprar o soro, pesquise no Google farmácias ou lojas de material cirúrgico, depois cheque a avaliação delas no Reclame Aqui. A maioria entrega em outras cidades e até estados — não precisa ser necessariamente de Pirituba.