.
.

29.6.20

13º quase-aniversário do Gatoca!

Diferente da quase-gravidez, da quase-vitória na loteria e da quase-aprovação no concurso público, o quase-aniversário do Gatoca é motivo de comemoração! Significa que eu venci a resistência com a tecnologia para criar este espaço — a vergonha de ter as crônicas lidas por estranhos precisou de mais 42 dias, data do aniversário oficial do blog.

Se não parece grande coisa, vocês provavelmente ignoram que esta jornalista-de-papel começou a trabalhar no portal Terra sem saber abrir dois navegadores ao mesmo tempo, comprou um smartphone depois de todo mundo e só criou um perfil no LinkedIn na semana passada.

O primeiro texto, aliás, não possuía ambições revolucionárias. Meu coração precisava transbordar a experiência de viver com dez gatos — eu, que acreditava não gostar de nenhum. Mas dona Lourdes apareceu na porta daquele cortiço com suas três dezenas de esqueletinhos e tudo mudou. Antes aqui, depois aí, para que juntos a gente chegasse mais longe.

E bota longe nisso!

No dia 10 de agosto tem festa, ainda que simbólica! Os bigodes já estão na fila — notem a Guda tentando furar. Será que rola um "parabéns" pelo Zoom? O que vocês acham? Respondam nos comentários para eu não passar batom à toa!


Festinhas anteriores: 2019 | 2018 | 2017 | 2016 | 2015 | 2014 | 2013 | 2012 | 2011 | 2010 | 2009 | 2008

O conteúdo do Gatoca é financiado por gente que acredita que o mundo pode ser melhor. Quer fazer parte da transformação? www.catarse.me/apoiegatoca

26.6.20

Momentos de tensão no Gramado da Fama!

Eu tenho um bloquinho com o nome dos gatos de cada Gramado da Fama para me desafiar a não fotografar só os sociáveis e dar a chance de todo mundo aparecer. Só que a maioria dos bigodes fica desconfiada com a movimentação. E pressionar Jujuba a fazer qualquer coisa significa risco de dor. Desde que o ano virou, portanto, eu angustiava com este momento.

Eis que junho chegou, com Ana Paula de Vilas Boas alcançando o estrelato!






E foi melhor do que eu pensava. rs


Atravessar a pandemia com vocês, aliás, me faz sentir aconchegada. 💙

Obrigada pela resistência de mais um mês, Adrina Barth, Alice Gap, Itacira Ociama, Regina Haagen, Renata Godoy, Leonardo Eichinger, Irene Icimoto, Tati Pagamisse, Roberta Herrera, Vanessa Araújo, Dani Cavalcanti, Samanta Ebling, Bárbara Santos, Marina Kater, Sonia Oliveira, Danilo Régis, Marcelo Verdegay, Patrícia Urbano, Fernanda Leite Barreto, Bárbara Toledo, Solimar Grande...

...Aline Silpe, Lucia Mesquita, Michele Strohschein, Ana Fukui, Marilene Eichinger, Guiga Müller, Sérgio Amorim, Gatinhos da Família F., Luca Rischbieter, Rosana Rios, Lilian Gladys de Carvalho, Regina Hein, Paula Melo, Paulo André Munhoz, Marianna Ulbrik, Cristina Rebouças, Lorena da Fonseca, Amanda Midori, Karine de Cabedelo, Natalia e Lívia Pantarotto, Michely Nishimura e Maira Fischer!

Quer despiorar o mundo com a gente?

O Gatoca tem um financiamento coletivo continuado no Catarse e este mês está sem apoiadores novos — é sua chance de brilhar sozinho no Gramado da Fama! Contribuições a partir de R$ 15 dão acesso ao nosso "netflix", com superproducinhas exclusivas. E faltam só R$ 110 para estrear a série sobre o livro "O Encantador de Gatos", ilustrada pela gangue. :)

19.6.20

Trabalhando com gatos

Expectativa: encarar a primeira oficina online da vida com batonzão vermelho, jaqueta para datas especiais e dignidade.


Realidade: Mercvrivs cair do colo, derrubar o celular do tripé e passar o resto da aula andando sem rumo em cima da mesa.


Saldo do dia: jaqueta para datas especiais furada, perna direita rasgada e dignidade em recuperação.


O conteúdo do Gatoca é financiado por gente que acredita que o mundo pode ser melhor. Quer fazer parte da transformação? www.catarse.me/apoiegatoca

12.6.20

Especial: Dia dos Namorados 2020

Eu sempre achei que gatos dormindo abraçados nas patas de trás ficam parecendo aquelas coxinhas com osso de desenho animado — o veganismo veio depois dessa fase, desculpem! Mas aí a Guda se juntou com a Pipoca e as duas formaram um coração. Não existe imagem melhor para definir as relações neste momento delicado de pandemia.

Quem mora na mesma casa tem enfrentado o desafio de se reinventar enquanto lava latas de tomate, faz curso gratuito esperançando voltar a pagar boleto e discute porque a horta passou mais um dia sem rega. Casais separados pela quarentena precisam descobrir outros jeitos de trocar calor, cheiro, cafuné.

Meu desejo, então, é que vocês consigam enxergar o amor em suas formas mais inusitadas — não só nesta data.


Outros especiais: 2019 | 2012 | 2011 | 2009 | 2008

O conteúdo do Gatoca é financiado por gente que acredita que o mundo pode ser melhor. Quer fazer parte da transformação? www.catarse.me/apoiegatoca

11.6.20

Gatoca participará do #EmCasaComSesc!

Lembram que em março rolaria a oficina Financiamento e o Poder do Coletivo, aqui no Sesc Sorocaba, mas ela acabou cancelada por causa do coronavírus? Pois o pessoal me convidou para realizá-la online, integrando a iniciativa #EmCasaComSesc. ❤ E, nesse formato, sonhadores do Brasil inteiro podem participar! Só não bobeiem porque a plataforma Microsoft Teams limita as vagas.

Será um intensivão de dois dias sobre crowdfunding e conexão humana (17 e 24 de junho, das 15h às 17h), divididos em cinco módulos: Raio-x, Campanhas Relevantes, Inspiração para Começar, Como Estruturar um Projeto e Estratégias de Sensibilização — precisa se inscrever com antecedência!

A culpa é toda da Amanda Palmer, que me ensinou a arte de pedir. Sim, para ajudar gatos, cachorros, uma família de ovelhas, dois ratinhos e um pombo, tive de entender de gente. Em 2014, o financiamento coletivo do Gatoca arrecadou R$ 21 mil, 140% da meta. No fim de 2018, estreou nossa campanha continuada, que segue resistindo bravamente durante a pandemia. E toco também o clube de assinaturas de uma ONG paulistana, com 135 apoiadores.

Guda está triste porque não escolheram a foto dela para a divulgação. Mas deve fazer uma aparição-surpresa no meio da transmissão. rs


O conteúdo do Gatoca é financiado por gente que acredita que o mundo pode ser melhor. Quer fazer parte da transformação? www.catarse.me/apoiegatoca

5.6.20

3 estratégias para aquecer um animal na pandemia!

Todo ano, nesta época, esfria, os bichos congelam nas ruas e eu escrevo o mesmo post para sensibilizar vocês. Neste 2020 que não deixará saudade, porém, morrerão ainda mais cachorros e gatos, porque as poucas pessoas que se importam com eles estão presas em casa, esperando a pandemia passar — e dizem que será um inverno rígido (o outono já chegou castigando). Bora cada um fazer um tico?

1) Distribuam abrigos pela cidade
Quando forem ao supermercado (de máscara!), aproveitem para pegar as caixas de papelão que os repositores descartam, recheiem com paninhos e instalem em locais protegidos da chuva, onde os bichos costumam perambular — para garantir a sobrevida dos cafofos, não esqueçam de colar este aviso jurídico contra vândalos.

2) Organizem uma vaquinha online
Com uns trocados e alguma habilidade manual dá para transformar bacias em casinhas, basta seguir este tutorial. Não faltam organizações não governamentais precisando ― aqui listo algumas (deixem outras sugestões nos comentários!). E tem coisa mais quentinha do que ocupar o tempo de forma solidária? É possível repassar o dinheiro arrecadado também.

3) Abram a garagem (e o coração)
Se puderem adotar, melhor! Mas, em caso de superlotação, liberar um espaço nos dias mais congelantes para aquele animal comunitário, entre o carro e as quinquilharias, já ajuda.

:: Bônus!

Aqueçam também os peludos de vocês!
Vale improvisar cabanas com cobertores velhos para os gatos e abrigos protegidos do vento e da chuva para os cachorros que ficam no quintal. Comprar roupinhas para idosos, magrelos ou pelos-curtos. Evitar banhos para todo mundo (ou seguir estas dicas). Brincar junto. Caprichar na ração — o apetite aumenta para manter a temperatura do corpo (só cuidado com a obesidade!).

Estendam a ação aos seres humanos
Além das clássicas campanhas do agasalho, com postos físicos de coleta, muitas instituições estão aceitando doações pela internet, por causa do isolamento social. O programa do Estado de São Paulo pede, inclusive, que os cobertores sejam novos para evitar a propagação da covid-19. Vocês podem pesquisar outras iniciativas e regiões no Google. E quem tiver indicações bacanas fique à vontade para compartilhar. :)


O conteúdo do Gatoca é financiado por gente que acredita que o mundo pode ser melhor. Quer fazer parte da transformação? www.catarse.me/apoiegatoca