.
.

14.2.09

Bagagem extra

No dia 14 de fevereiro de 2007, João apareceu aqui em casa segurando uma criatura de rabinho quebrado e nariz sujo de chocolate. Tão pequena (quatro meses no máximo!), já vagava sem rumo pelas ruas bairro. Coloquei-a no carro, evitando olhar para a sua carinha de pelúcia, e dirigi determinada até o pet shop do Sonda. Três bigodes era mais que suficiente. Só que a gaiola de doação estava lotada e eles me pediram para voltar em uma semana. Começou aí o nosso amor.

Chocolatinha lembrava o coelho da Duracell, acompanhando-me para cima e para baixo. Quando corria, as patas pareciam desarticuladas. Seu pêlo cheirava a talco e bastava encostar-lhe os dedos para ligar o motorzinho de ronrom. No ápice da fome, visitava os potes de ração de todo mundo, deixando o seu por último. Por várias vezes, peguei-a revirando o lixo da lavanderia, costume deprimente que demorou a largar. Apesar de adorar um cafuné, morria de medo de colo.

Clara ficou furiosa com a concorrência. Para falar a verdade, bom anfitrião mesmo só o Mercv, que acabava levando de graça os fuzzzzzz recebidos dos outros gatos. Eles tinham os mesmos olhos de ressaca ao acordar, o focinho rosa de felicidade e trejeitos singulares para brincar de bolinha ou dormir em cima da pata.

*continua*


P.S.: Eu sei que vocês já conhecem essa história, mas é que eu resolvi continuar a novelinha da pequena. :)

7 comentários:

Ana Paula disse...

Bia, mesmo já conhecendo a história, é sempre bom ouvi-la.

Realmente, é difícil resistir a cara de ursinho de pelúcia.

beijo, Ana

Guiga disse...

Pq eles têm essas carinhas tããããão lindas, hein?
Eu leio essa história over and over again! Pode ir contando...!

Gateira Capricorniana disse...

Os seus pequenos são mesmo muito lindos e fofos.
Adoro as histórias sobre felinos e cães.
Bjo.

Anônimo disse...

Chocolatinha Gatosura! nahn nhan...

Pinxi & Cats

Olivia disse...

ela parece um panda!
Bjs Jerusa

vida cotidiana disse...

Conta, conta, adoro ouvir ou ler histórias.
Muito lindinho o da foto!!!rsrsrs, bjs

Doa Cão e Gatos disse...

É sempre bom contar essas coisas boas da nossa vida porque parece que revivemos esses momentos de novo! Lendo esse post lembrei de mim com mais um gatinho...

Beijos