.
.

15.10.21

Os gatos ganharam uma floresta!

Minha mãe era uma mulher elegante, que sabia a ordem de todos os copos e talheres, falava francês com biquinho, arranhava um latim, tocava violão e sempre me emocionava com o "Noturno", de Chopin, ao piano — disso tudo, eu só herdei o piano (e até que não fazia feio).

Gente assim tem amiga que oferece mudas para seu recomeço no terrenão de mato e despacha 57 delas de Serra Negra, a 200 quilômetros de distância de Araçoiaba! Para o futuro pomar, limão-cravo, pitanga, abacate, amora, nêspera, framboesa, café e manga — que só aceitei em consideração ao Leo.

Para a decoração "interna", trepadeiras e arbustos multicoloridos — íris, girassol mexicano, flor-de-são-miguel, ora-pro-nóbis, manacá-de-jardim. Para a decoração "externa", sibipiruna, embaúba, palmeira, ipês roxo e amarelo, pata-de-vacas branca e rosa, neve-da-montanha, jacarandá-mimoso.

Antes que a gente conseguisse plantar a primeira verdinha da Adriana Todesco, Pipoca, a gata renal magrela que recentemente caçou um passarinho e tentou caçar nosso atum vegano, escapou de casa para se aventurar pela floresta.


Cheirou, se esfregou, avaliou as espécies tóxicas, mas acabou ficando com o mato mesmo — não puxou a avó, definitivamente.


Aproveito o gancho para divulgar o projeto de mundo melhor da Mônica Campiteli, que me proporcionou uma fungada de cabra. Escolhido pela Benfeitoria para o matchfunding Todo Cuidado Conta, o Brincando de Agroflorestar pretende estimular a criançada a repensar nossa relação com o meio ambiente.

E, para cada real arrecadado, o fundo coloca mais um! Faltam só 21 dias. Bora ajudar?

13.10.21

O poder do atum vegano

Quando adotei o Mercv e descobri que gostava de animais, parou de fazer sentido almoçá-los — e eu não diferenciava bichos fofinhos, como agora não diferencio os feiosos. 14 anos e meio se passaram vegetariana, os últimos cinco orgulhosamente vegana! Com o avanço da tecnologia, motivado pela emergência climática, está cada vez mais fácil substituir carne, leite e ovos. :)


Não que a gente precise disso para uma dieta balanceada, mas é bom matar a saudade nas promoções, rs. No penúltimo fim de semana, por exemplo, voltei à infância com o sanduíche de atum que minha tia preparava no intervalo das brincadeiras com as primas. O mesmo cheiro, o mesmo gosto, o mesmo óleo.


E os gatos também acharam porque ficaram enlouquecidos com o peixe de mentira, depois de esnobar o sachê de peixe "de verdade" — uma batalha de soja, ervilha, grão-de-bico, rabanete e algas, sejamos honestos, contra carne mecanicamente separada de atum, carcaça de frango, miúdos e plasma suíno.

Pipoca precisou ser retirada do recinto!

8.10.21

Gatoca ajudou a salvar um gato famoso!

Lembram da plataforma em que o governo receitava remédios para vermes e bactérias a qualquer ser vivente que suspeitasse ter covid-19, doença causada por um vírus? Pois o jornalista Felipe Betim denunciou no El País o teste feito com seu gato Moreré.


Segundo o TrateCOV, ele deveria tomar esta quase-lista de supermercado, por cinco ou sete dias:

- 6 comprimidos de Difostato de Cloroquina 500 mg
- 12 comprimidos de Hidroxicloroquina 200 mg
- 1 comprimido diário de Ivermectina 6 mg
- 5 comprimidos de Azitromicina 500 mg
- 10 comprimidos de Doxiciclina 100 mg
- 14 comprimidos de sulfato de zinco


Mas onde entra o Gatoca? Gisele Gonçalves, que resgatou o pequeno em Itanhaém, me escreveu pedindo ajuda com a divulgação de uma mamãe e sua ninhada, assustada com o naipe dos interessados em adotá-los. Acabou comentando que me lia desde os tempos em que blogs eram a forma mais comum de se estar na internet e contou a história do ex-Gandalf:

No ano passado, recolhi um filhotico que foi abandonado pela família no clube onde trabalho. Devia ter umas 3 semanas, muito miudinho. Levei para casa e as dicas que encontrei no seu blog foram as que fizeram ele sobreviver. Depois de uns meses comigo, lindo e peralta, encontrei um rapaz, jornalista, que viajou de São Paulo para vir buscá-lo. Sem saber, você ajudou esse gatito a viver! Ele ainda ficou "famosinho" porque apareceu em uma reportagem!


É só por isso que, contrariando todas as expectativas, eu continuo. ❤️

*

O conteúdo do Gatoca é financiado por gente que acredita que o mundo pode ser melhor — aqui tem um resumo das principais ações do projeto. Quer fazer parte dos despioradores? Assine nosso clube no Catarse ou doe um cafezinho em forma de PIX: doacoes@gatoca.com.br

6.10.21

Clara finalmente virou girassol!

9 semanas depois da terça-feira mais escura de Gatoca. Ainda não em todo o seu esplendor, mas tendo resistido aos passarinhos ladrões de sementes, às rajadas de vento roladoras de balde, à tempestade cuja os raios queimaram nosso interfone, às formigas que não demonstraram a mesma gentileza com o cróton, a laranjeira e o jasmim-dos-poetas.


O primeiro botãozinho amarelo nasceu bem no aniversário de adoção do Simba, sua alma-gêmea. E já tem dois vermelhos despontando, porque Clara Luz era rajada. Eu, que nem feijão no pote de Danone fazia germinar, minha gente!



Despedida da Clara
:: Saudade
:: Nunca foi tão difícil plantar girassóis
:: Os primeiros 30 dias

1.10.21

Alerta: gato não pode ficar 24h sem fazer xixi!

Como boa capricorniana, eu sou workaholic. E, quando saí do sistema de moer gente para escrever de casa, com os bigodes, passei a acumular trabalhos voluntários. Rodei por praticamente todas as ONGs grandes de gatos de São Paulo e toco até hoje o financiamento coletivo da Canto da Terra, que criei do zero.

Diferente das outras organizações não governamentais, eles têm uma clínica aberta ao público e Maria Eugênia Carretero, veterinária e presidente, comentou que atendem cerca de quatro animais com obstrução urinária por semana. Surgiu daí a ideia deste post: ficar mais de 24h sem urinar afeta a função renal dos peludos e pode até matar.

Ajudem a gente a divulgar?


*

Todo mês, o Gatoca publica dicas e curiosidades da bíblia "O Encantador de Gatos", escrita pelos especialistas em comportamento Jackson Galaxy e Mikel Delgado, com fotos e vídeos da gangue para ilustrar. ❤️ Se quiser ser avisado, é só assinar nosso boletim ou entrar no canal do Telegram.