.
.

13.12.19

9 sinais de doença em gatos que a gente não percebe

Os leitores antigos sabem que insuficiência renal é a maldição de Gatoca. Na época do Simba, havia vômito de ração, água, saliva. Diarreia nas caixas para tomar de canudinho. Perda acelerada de peso. Mucosas amareladas, feridas na boca, bafão. E ele morreu super-rápido, embora os 33 dias de cuidados tenham parecido eternos. Três anos depois, cá estamos de novo às voltas com a doença.

Mas Pipoca só vomita poltergeists esporádicos — apelidei assim porque ela se põe a girar, enquanto o conteúdo da boca vai sendo arremessado para longe. Não chegou à diarreia nem emagreceu de uma vez, embora esteja 1 kg mais ossuda do que nos bons tempos. E mantém o hálito refrescante — para um gato, claro.

Resolvi listar, então, os sinais que me passaram batido, mesmo com 14 anos e mais de 100 bigodes no currículo:

1) Ficar afastado do grupo ou da família
Pipoquinha, que não é a rainha da sociabilidade, mas gosta de deitar nos almofadões com os irmãos e até de ganhar um carinho do seu jeito, no seu tempo, começou a passar dias inteiros isolada num caixote do quintal.

2) Procurar lugares escuros
Bichanos curtem esconderijos apertados, sim. Só que embaixo da cama ela se enfiava apenas quando vinha visita — e costumava sair rápido. Todo comportamento atípico deve ligar o alerta.

3) Deitar no chão gelado sem estar calor
Aquela deitada largada, tipo pano de chão, sabe? A dica também vale para os peludos que decidem se meter embaixo das cobertas com os termômetros marcando 32ºC, como a Keka.

4) Estacionar no pote de água
Você passa e a criatura está olhando fixamente para a tigela. Retorna e ela continua ali, sem tomar uma gota. Inúmeras vezes peguei Pipoca "abraçada" aos bebedouros.

5) Fazer cocôs e xixis fora do padrão
Não precisa ser diarreia. Fezes amolecidas no banheiro já podem indicar algum problema. Excesso de xixi ou aquele odor que arde os olhos também.

6) Miar diferente
Imagino que a fraqueza influencie nas cordas vocais, porque tanto a pequena quanto o Simba adotaram novos tons até o miado desaparecer de vez.

7) Descuidar da limpeza
Pelo sujo significa falta de banho, o que mancha a honra de qualquer gato saudável — tem dicas bacanas aqui. Quando um animal doente volta a se lamber, portanto, está liberado chorar.

8) Apresentar mucosas pálidas
Não esperem pelo amarelão. Basta um rosa desbotadinho para sinalizar início de desnutrição.

9) Começar com frescura para comer
Antes de parar de vez, Pipoca me fazia segurar a colherzinha do patê, que ela adora, um tempão no ar. A ração eu precisava colocar direto no chão, porque ela resolveu implicar com todos os comedouros. E terminei dando grãozinho por grãozinho na boca tibetanamente.


Outras infos importantes:

:: Doença renal, pelo maior especialista em gatos do Brasil
:: 7 dicas que podem salvar seu amigo
:: Como fazer o bichano beber água
:: 13 macetes para dar líquidos na seringa
:: Soro subcutâneo: dicas e por que vale o esforço
:: Soro fisiológico, ringer ou ringer com lactato?
:: O desafio da alimentação natural
:: Quando a alimentação natural não dá certo
:: Ração úmida mais barata para gato renal
:: Seu pet não come ração úmida (patê, sachê, latinha)?
:: Alimentação de emergência para gato desidratado

O conteúdo do Gatoca é financiado por gente que acredita que o mundo pode ser melhor. Quer fazer parte da transformação? www.catarse.me/apoiegatoca

4 comentários:

Maria Alice disse...

Diabetes tem os sintomas bem parecidos. Eu deixei passar batido o isolamento diário no banheiro escuro, meu maior erro para a morte da minha Sophia de 12 anos. Um ano depois ainda me culpo por isso.

Unknown disse...

Perdi o meu com cálculo renal,foi muito rápido não conhecia a doença, mas quando corri para o veterinário, perdi ele em 5 dias. A veterinária me disse que pode ser hereditário as doenças também.Me culpmaculpeiis.Mas agente não sabe quando chega nossa hora. Então não dá para se culpar,Se fez tudo que podia para salvalo.

Raquel Märtins disse...

O meu Johnny teve quase os mesmos sintomas, mas no caso dele era um linfoma no intestino, os rins estavam ótimos... Desde a descoberta, até ele ir naturalmente foram 3 dias... Ele partiu dia 31/10 passado... :(

Beatriz Levischi disse...

Sinto muito, meninas! Eles deixam um buraco no peito, né? Mas, se a gente fez tudo que podia, com as informações e recursos disponíveis, não deve se culpar. ❤