.
.

14.6.19

Vaza-gato: as imagens secretas de Gatoca

Este é apenas um recorte do material levantado ao longo dos quase 12 anos de projeto. A comédia das revelações dispensa explicações. Trata-se de um mico generalizado, que envolve dez bigodes, embora um deles esteja "vazando" em outra dimensão agora — motivo pelo qual preferimos preservar sua memória.






O conteúdo do Gatoca é financiado por gente que acredita que o mundo pode ser melhor — e merece dar risada de vez em quando. Quer fazer parte da transformação? www.catarse.me/apoiegatoca

11.6.19

Especial: Dia dos Namorados 2019

Quando a gente está sozinho, enxerga que o mundo é par. Toda criatura tem companhia para o cinema, troca sorrisos no jantar, dorme de conchinha. E realmente dá um aconchego poder dividir os desafios de se pôr de pé mais um dia. Mas também afaga a alma assistir àquele filme que ninguém toparia ver junto, trocar gargalhadas com os amigos, dormir atravessado na cama.

Nesta data mais comercial do que emocional (lembrando que ela foi criada pelo pai do Doria para alavancar as vendas num mês ruim), o Gatoca deseja que cada um de vocês possa se sentir ímpar. E que não falte bicho para apertar — mesmo que eles pareçam deitar nos almofadões da sala em duplas.


Outros especiais: 2012 | 2011 | 2009 | 2008

O conteúdo do Gatoca é financiado por gente que acredita que o mundo pode ser melhor. Quer fazer parte da transformação? www.catarse.me/apoiegatoca

7.6.19

Encontro com as Secretarias de Educação e Meio Ambiente!

Gatoca tem um projeto desenhado para crianças, esperando financiador — eu falo dele há um tempo (está no vídeo do Catarse, inclusive). Este ano, abriu um edital para coletivos não formalizados e, graças ao toque da Renata Godoy 💙, nós estamos participando!

O resultado só sai no fim do mês, mas a gente já pode comemorar. É que, na sexta-feira passada, eu recebi o convite para apresentar a iniciativa a representantes das Secretarias de Educação e Meio Ambiente de Sorocaba!


Levantei às 6h, tomei um banho para acordar de verdade e tirei os sapatos mofados do armário — os de salto guardei para a reunião com o MEC, porque um dia nós viraremos política pública, escrevam aí. Guda providenciou seu saravá e lá fomos, Focus estica-horizontes e eu, para o Centro de Referência em Educação.


Pedrão ainda tratou de abrir os caminhos com sol e céu azul.


A conversa superou todas as expectativas! A cidade tem um programa de bem-estar animal nas escolas, mas falta contemplar justamente os meninos e meninas da faixa etária do nosso projeto — sem nos prender a pequenezas como dinheiro, já fomos logo pensando na logística dos encontros. rs

E quase morri de alegria silenciosa quando a gestora de desenvolvimento educacional mostrou um bichano tatuado no braço, entre os abraços de despedida, e comentou que conhecia este blog.

O conteúdo do Gatoca é financiado por gente que acredita que o mundo pode ser melhor. Quer fazer parte da transformação? www.catarse.me/apoiegatoca

5.6.19

Compartilhem calor neste inverno!

Não, ainda não chegou. Mas eu já estou trabalhando de pernas cruzadas na cadeira para dobrar a quantidade de bigodes por colo. E não tem um banho de espelho embaçado em que não pense nos animais (e pessoas) que vão passar mais um inverno na rua. Desde 2010, o Gatoca incentiva vocês a aquecerem outras vidas. Este ano, um tico mais distantes da compaixão, não seria diferente.

Comecem dentro de casa
Não precisa ser iogue para manter os bichos quentinhos. Vale improvisar cabanas com cobertores velhos para os gatos e abrigos protegidos do vento e da chuva para os cachorros de quintal. Comprar roupinhas para idosos, magrelos ou pelos-curtos. Evitar banhos para todo mundo (ou seguir estas dicas). Brincar junto. Caprichar na ração — o apetite aumenta para manter a temperatura do corpo. Só cuidado com a obesidade!

Esquentem um animal sem família
Dá para distribuir caixas de papelão com paninhos pela cidade, sem gastar um centavo. Organizar uma vaquinha no trabalho para transformar bacias em casinhas, como neste tutorial. Abrir a garagem (e o coração) nos dias mais congelantes. Apoiar o trabalho de uma organização não governamental que atue nessa área ― aqui há várias.

Estendam a ação aos seres humanos
Sabem aquela blusa que não sai do armário há séculos, esperando uma ocasião especial? Doem a quem precisa dela agora. Vocês podem participar da campanha do agasalho do shopping, da ONG, da igreja. Mas funciona melhor ainda entregar pessoalmente. Encarando outros olhos, a gente percebe que o mundo é muito maior do que nossos privilégios.


O conteúdo do Gatoca é financiado por gente que acredita que o mundo pode ser melhor. Quer fazer parte da transformação? www.catarse.me/apoiegatoca