.
.

10.11.21

Bebedouro inusitado para gatos

A expectativa era aumentar o consumo de água dos bigodes, que adoram lamber a torneira do tanque. Com a Flea, o tal bebedouro de coelho fazia sucesso, Guebis até me mandou vídeo — que assisto sempre que a saudade aperta. E custou ridículos R$ 15, infinitamente mais barato do que as versões elétricas do pet shop.


A realidade, porém, foi marcada por desprezo...


...tabefe...


...mordida...


...e briga.


Tentei por dois meses. Já posso desistir? rs

Alguém aí tem boas experiências com essa supertecnologia?


Informações importantes sobre hidratação:

:: Doença renal, pelo maior especialista em gatos do Brasil
:: 7 dicas que podem salvar seu gato
:: Como fazer o bichano beber água
:: 13 macetes para dar líquidos na seringa
:: A seringa (quase) perfeita
:: Soro subcutâneo: dicas e por que vale o esforço
:: Soro fisiológico, ringer ou ringer com lactato?
:: 9 sinais de doença que a gente não percebe
:: O desafio da alimentação natural
:: Quando a alimentação natural não dá certo
:: Ração úmida mais barata para gato renal
:: Seu pet não come ração úmida (patê, sachê, latinha)?
:: Alimentação de emergência para gato desidratado
:: Seringa que goteja para cuidar de gato doente

3 comentários:

Adrina disse...

Aqui em casa foi um fracasso tb

Unknown disse...

Aqui o funcionou foi um elétrico que a água vem por baixo, os desse tipo entrava água no nariz do meu gato e ele não gostou

Anônimo disse...

Por aqui funcionam as fontes comuns mesmo e muuuitos potes pela casa.