.
.

1.5.12

Explosão de fogos de artifício

Eu sei que vocês estão esperando notícias da doação do Jacob e do Chuvisco desde a última sexta-feira 13. Mas o texto da partida de um gato que mamou na sua blusa por quase três anos não se escreve assim, da noite para o dia.


Ainda mais quando ele vai junto com um pretolino destruidor de vitrôs.


É preciso deixar o coração reaquecer em banho-maria e a alma secar no varal.


Tudo aconteceu de repente. O vídeo de divulgação do Chuvisco foi tão compartilhado que, dez dias depois, a Gláucia e o Ricardo me mandaram um e-mail perguntando se eu achava que ele se daria bem com a Josefine. Para embasar a resposta positiva, eu enviei o link de um post do Jake, com quem o pequeno passava a maior parte do tempo (sem trocar calorzinho, claro), e eles ficaram apaixonados pela história da jaguatirica.


Em pânico, eu logo avisei sobre o gênio encardido, as mordidas doídas, as duas devoluções (1 e 2), o regime, o preço salgado da ração especial. Mas Gláucia não se intimidou. E me ganhou quando disse que, se os peludos não se curtissem, nem precisariam se cruzar porque o apartamento era grande. Como última cartada, eu ainda comentei que o gordo sonhava em ter uma varanda, para não se empoleirar mais na janela do banheiro...


...e fui obrigada a me calar com a informação de que a deles se estendia por longos 15 metros.


Na tarde de 20 de fevereiro, Jake cheirava todos os cantinhos da casa nova...


...enquanto o pretolino criava coragem para sair da caixa de transporte...


...e se esconder no primeiro monte de roupa para passar que viu pela frente...


...desfalcando a foto de família.


Uma semana depois, o bigode que virava monstro fora de Gatoca já estava dividindo a cama com Josefine...


...e o terrorzinho negro se sentia suficientemente à vontade para voltar a quebrar coisas e fazer cara de santo.


Incrédula, eu resolvi segurar o post da doação dupla por mais um mês, até receber esta cartinha:

Tudo bem, Bia?

Faz tempo que não mandamos notícias, porque os dias andam passando rápido demais. Para começo de conversa, estes gatos são a nossa família e não vão voltar de jeito nenhum, tá?! Pode arrumar outros para quem estiver querendo. rs

Eles ficam soltos e juntos o tempo inteiro e, como bons dorminhocos, os dias transcorrem quase sem problemas. Chuvisco é quem mais está adaptado à casa nova: brinca com tudo e todos. Ele tem tanta energia que Ricardo fala que seu nome deveria ser Tempestade.

Jake continua na dele. É um amor, não estranha as visitas e adora entrar embaixo da vassoura quando estou varrendo o apartamento. À vezes, ele cede ao colinho, faz massinha e baba na gente, mas só fica por dois minutos. Jose segue enciumada. Ele, como bom cavalheiro, porém, respeita os limites dela. Dá até dó quando o coitado fica rolando para ela e só ganha "fu".

Tem noites que precisamos separar as crianças para poder dormir. Essa turminha boêmia é fogo! No fim das contas, acho que tudo está indo bem. E não restam dúvidas: os meninos ficam conosco!

Gláucia, Ricardo e família Gato


Eis que meu único pedido para 2012 se realizou: Jake comemorará seu terceiro aniversário de resgate com uma família só dele. E 28 de julho será dia de lembrar, com o coração marinado em saudade, que milagres demoram, mas acontecem.



Epopeia do Jacob...

:: Como tudo começou
:: Prisão em Auschwitz
:: Escalador de pijamas
:: Insuportavelmente ronronante
:: Dueto felino
:: Beijoqueiro
:: Banho de sol
:: Presente de Natal
:: Escolha errada
:: Passatempos adoráveis
:: Segunda chance
:: Teste failed
:: 1 ano depois...
:: Mamãe Noel
:: Dodói
:: Amigos
:: Regime advanced
:: Graminha compartilhada
:: Sozinho de novo
:: TOC
:: Vestido para matar

...e do Chuvisco na busca por um lar

:: Como tudo começou
:: Castração
:: Teletransporte
:: Brincando de conchinha
:: Cachoeira no banheiro
:: Caçador de salgadinho
:: Sessão de carinho interminável (vídeo!)

28 comentários:

Amor & Miados disse...

Nossa, Bia, que felicidade :)

Adoções assim me dão um pouco de esperança nas pessoas, mesmo que eu tenha desistido de doação responsável e focado no C.E.D.

No momento estou com duas gatinhas, mãe e filha, que não pude devolver por causa dos maus-tratos que sofriam no seu local de origem por serem muito mansinhas. Já apareceu candidatos, mas os mais absurdos possiveis.

Mas eu sei que alguem irá aparecer para dar a elas a familia que merecem. Porque, depois de tanto sofrimento, eles tb merecem e muito, todo o amor do mundo :)

Parabens por essas duas coisas lindas que encontraram um lar através de suas mãos :)

Anônimo disse...

Olá Beatriz, tudo bem? Acompanho o seu blog há tempos apesar de nunca comentar :) Te conheci através do Adote um Gatinho e quando vi o vídeo do Chuvisco em seu colo, enlouqueci de vontade de adotá-lo... Lembrei do post sobre o seu resgate em plena Marginal, ele ainda bebê... Mas, como já tenho três gatos e moro num apê apertado, não cabia mais um pretolino no espaço físico. Contudo, tinha pra mim que poderia ajudar de alguma forma. E eis que o Ricardo, que trabalha na mesma empresa, comentou no departamento que após a perda de seu gato, queria um companheiro para a Josefina. Quase como num impulso com a ajuda da minha chefe que tb conhecia o blog, colocamos o vídeo do Chuvisco. A partir dali, senti que foi amor à primeira vista para eles tb e fiquei muitíssimo feliz por ter feito parte de alguma forma desta linda estória. Parabéns pelo amor aos felinos e tudo de melhor para a nova família do Ricardo e da Gláucia!! Beijos, Luciana

kelly disse...

Ai que delícia de post.... Muito feliz e com saudade de Jake e Chuvisco.
bjo

Renata Godoy disse...

Lindo, lindo esse post! Felicidades para os gatinhos e a nova família!

Rose disse...

Adoooooooro notícias assim! Parabéns pelo empenho e pela paciência, Beatriz. Votos de muitas felicidades e saúde para os adotantes e a Família Gato.

Repositório disse...

Que mais posso dizer: chorei de alegria!

Anônimo disse...

Esperei tanto por este post! E, no final, a história foi melhor do que eu podia imaginar... Chorei de felicidade, eles merecem!

Karina disse...

Tive que engolir as lágrimas porque estou no trabalho, mas comemorei aqui pela adoção mais que perfeita dos meninos.
Beijos

Tati disse...

Belíssimo post!
Jaketirica, meu zoiudinho fofo, que você e toda a família sejam sempre muito felizes!

Anônimo disse...

Aiaiai... com olhos cheios de lágrimas esse é meu melhor presente de aniversário (hoje)... que essa nova família seja muito feliz e tenham todos muita saúde para curtir todos os momentos juntos!!! Felicidades!!!!

Dani.

Elaine Bombicini disse...

Oi Beatriz, boa tarde! sepre tive cães e 3 pastores de uma vez... aos poucos depois de muitos anos foram por sua natureza, tendo seus probleminhas e partiram. Fazem aproximadamente 5 anos que não tenho mais animais de estimação, viemos morar em um apto, mas temos por conta de trabalho, viajado muito mas, por enquanto estamos indo bem assim. Mas temos pensado que no futuro queremos ter novos amiguinhos em casa... talvez gatos! Acompanho seu blog e fico imensamente feliz quando os "casos" são resolvidos e com tanta felicidade! é uma alegria!! Parabéns por se dedicar assim e fazer a diferença para os humanos e para os felinos!! felicidades para vocês!!

Lizia disse...

Meu Deus... to chorando tanto aqui... alegria e imaginando como vc ta se sentindo... peguei um gatinho na rua há 2 meses e acredita q nao consegui doá-lo??? Vai ser meu caçula ahahaha Imagina vc a tanto tempo com o Jake... mas que bom que deu tudo certo!
Beeeijos!!!

Rita disse...

Menina, chorei largada aqui, viu. Que post lindo.
Logo logo São Francisco te manda mais visitantes.

beijocas

Nathifa disse...

Ainda bem que não fui só eu que derramei umas "gotinhas"... emocionante a história e teu modo de escrever. Adoro o teu blog.
Abraço

Anônimo disse...

Minha satisfação é imensurável não apenas pelo que li mas também pela sua responsabilidade nesta história com "recomeço feliz".
Sinceramente, invejo sua lição de amor e desapego porque imagino a sensação do seu coração reaquecendo em banho-maria e da sua alma secando no varal...
Enviamos daqui, eu e meus bigodes, muitas vibrações "calorosas" para o seu coração e para a sua alma.

Ana C.

Bella disse...

E mais uma vez vc me faz derramar lágrimas de felicidade!

Anônimo disse...

Lilian
[Já que meus comentários logados não entram, vou passar a assinar assim]
Fico muito feliz que o Chuvisco tenha um lar bacana pra ele. :]
Alguns dias depois do video, apareceu o pretolino da minha vida, na rua, precisando de resgate, o que acabou de vez com toda a minha cota felina pra uma geração.
E esse pretolino me deu um ânimo de coisas boas e coragem pra arrumar uma casa só minha pra mudar.
Hoje vou ver a terceira de uma lista de lugares. Se der tudo certo, até dia 20 estou de mudança, daí tiro fotos da minha gatoca particular. :p

Carol disse...

Bia, você faz algo lindo e ainda consegue escrever brilhantemente bem sobre isso. O resultado? Lágrimas e mais lágrimas de emoção. Eu desejo que a vida seja, com você, tão generosa como você é com os felinos. Um beijo, Carol

Anônimo disse...

estou muito feliz em ler esse post. acompanho o blog desde que adotei minha gatinha. sua adaptação foi muito difícil, passei uns 3 meses sem dormir direito, mas, hoje, minha alegria é ter a cora junto comigo.

fernanda

Glaucia Gomes Xavier disse...

Olá Bia,
Obrigada por ter confiado em nós e nos ter entregado os dois gatões de uma vez.....Estamos muito felizes com eles aqui. A história ficou lindíssima.
Beijos
Gláucia, Ricardo e família Gato

Anônimo disse...

Bia.

Li e reli várias vezes este post, com muita emoção. Que os meninos sejam muito felizes. Deus te abençoe.

Anônimo disse...

O legal foi a paciência e a confiança que um dia esse final feliz ia acontecer. Ainda duplo!!!
Felicidades pra familia adotante e pra nós tbem que sempre estamos na fila de S. Francisco esperando por mais um milagre. É ter fé que algum dia eles acontecem pra todos.
Bjs
Ana Maria - Araçariguama

Hilda disse...

Muito feliz com a noticia!
Bjao
Hilda (há um mês sem ver meus gatos...=( )

Nikki S. disse...

ai que inveja deles... vão poder apertar o chuvisco sempre que quiserem.

Beatriz Levischi disse...

Quer dizer que você foi a cupida-franciscana desta história, Luciana? Muito obrigada! E três vezes obrigada à Gláucia e ao Ricardo, por escolherem um genioso encalhado e um pretinho maloqueiro.

Elaine, quando vocês decidirem expandir a família, mandem sinal de fumaça. ;)

Parabéns atrasado, Dani!

Rita, São Francisco já mandou o Zion: http://blog.gatoca.com.br/2012/03/pastelzinho-de-belem-acompanha.html. rs

Seja bem-vinda ao Gatoca, Nathifa! :)

Lilian, deu tudo certo com a casa?

Os bigodes saíram de férias, Hilda?

Lúu Novaski disse...

Eu q acompanhei toda a história do Jacob sei como ele e vc estão felizes! O Jacob só precisava da família certa, amor e paciência pra virar o tigrinho apaixonante de sempre. Até me emocionei com a história.. se pelo menos 0,2654545% do mundo fossem como esse casal.. ai ai..

Bjs

Guiga disse...

Eu que fiquei tanto tempo longe das notícias de Gatoca, chego aqui e leio uma coisa linda dessas!!! Dá até gosto!!! :D

Beatriz Levischi disse...

Que isso não se repita, dona Guiga!