.
.

22.8.11

Zero dia sem acidentes

Filhotes deviam andar com aquelas bandeirinhas de sinalizar mesa em praça de alimentação. Assim, a gente não se sentiria culpado por pisar neles – e as criaturas encapetadas poderiam continuar usando o teletransporte para aparecer debaixo de nossos sapatos.

13 comentários:

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Que criança Petinha mais linda!!!

Amanda disse...

e quando cresce e continua não sabendo se esquivar? rsrssrrs


ps. FOFO!

Cristina Bortoli disse...

Lindo!!! Bem, eles cismam em deixar o rabo no meio do caminho, mas a gente sempre sai catando ficha, depois de tropeçar neles.

Temos um tapetinho que fica na sala, e a Donatella adora deitar nele, de noite ela fica totalmente camuflada, mas aprendeu a dar um miadinho choroso quando alguém se aproxima, como quem diz: Tô aqui!

22.8.11

Li disse...

Não se sinta culpada. Aqui na empresa temos um Pakita (pastor com akita) de mais de 40Kg que as vezes pisamos nele por ter esta mania de se enroscar na gente enquanto andamos.

Li N. disse...

Tenho um pretinho também, e à noite ele poderia ter "vagalume feelings".

Cristina disse...

Oi Beatriz!!!

Dificil entrar aqui e não ficar maravilhada com bigodes tão lindos...você é uma pessoa incrivel!!!Peço aos anjos que estejam sempre ao teu lado!!!

Beijos

Rafaela Lima disse...

E quando eles são grandes e gordos e ainda assim vc de vez em quando dá uma pisada neles! é de partir o coração! ahahah

bjk e boa semana

Patrícia Taconi disse...

Bia!

Tenho um gato de dois anos, o JAcob, e outra gatinha de mais ou menos uns sete meses (Juliet) que apareceu aqui em casa (estou cuidando dela)mas o JAcob bate nela (já machucou feio)Enquanto eu estou em casa, boa, fico separando os dois mas quando eu começar a trabalhar o dia todo, vou ter que deixar a Juliet trancada num porão de casa, porão este que ela já passa à noite (o que me mata de pensar. Me dá sua opinião: é muito prejudicial à ela? Pelo menos enquanto eles não ficam amigos....
Por favor, me responde, sua opinião é importante pra mim. Um beijo!

Adrina disse...

Tente a técnica de andar arrastando os pés. Quando levanto à noite faço isso, pois já tive vários acidentes...

pensando alto... disse...

LINDO! =)

Beijos
Lizia

Carla Carazzai Areas disse...

Que coisinha mais gotosa!!!!! Amoooo. Ele já é meu de coração

Isis disse...

Tal medida deveria valer também pros cães! Ainda estou traumatizada, pois, no domingo deu uma bela de uma "taboada" no Caco que estava atrás de mim, às cegas. Mas na vida real a versão de Tom e Jerry, Pica-Pau e o que o valha não tem graça.... =(

Beatriz Levischi disse...

Pisar em um cachorro com mais de 40 kg não deve fazer bem à saúde. rs

Obrigada pelo carinho, Cristina. :)

Adrina, fica complicado andar arrastando os pés 24h por dia. Eu trabalho em casa, esqueceu?

Há quando tempo Jacob e Juliet estão juntos, Patrícia? Você seguiu essas dicas de adaptação: http://blog.gatoca.com.br/2009/11/dicas-de-adaptacao.html? O porão é a única forma de separá-los?

Isis, como você conseguiu essa façanha?