.
.

12.6.15

Felicidade que nunca chega

Hoje é Dia dos Namorados. Mas como tem muito mais gente para jantar fora e ir ao cinema do que para salvar gato de favela, cá estou eu enfileirando palavras. Lembram da Pretinha, que foi castrada no mutirão do Gatoca e, um mês depois, apareceu com anemia severa, infecção e hepatose? Graças ao vídeo com o Brad Pitt, ela ganhou um lar temporário! Sábado passado, rumou para o apartamento da Melissa, mãe do Kiwi, no Morumbi Sul.

Hoje, porém, a pretolina começou a espirrar e recebeu o diagnóstico de calicivirose. Receosa pelo contágio (raríssimo se os animais da casa estiverem vacinados e bem alimentados), Melissa levou a gatinha ao trabalho e eu tinha quatro horas para arrumar-lhe outro canto. Gláucia, leitora querida do blog, quebrou o galhão de trazer a pequena até São Bernardo, com a mãe idosa a tiracolo, e Dr. N. ficou sem entender o drama.

Nada de salivação e úlceras na boca, sintomas da calicivirose, nem de secreção nasal e ocular, sinais de rinotraqueíte. Ela sequer espirrou durante o trajeto intermunicipal e a consulta. O único incômodo indica infecção na traqueia, tratável com antibiótico. O veterinário que atendeu o Brad adotou a mesma conduta e ele está ótimo brincando com Calvin, o outro bigode da família ― sim, o branquelinho foi adotado (assunto para o próximo post!) e também arriscou uns espirros.

Eu podia ter devolvido a Pretinha nas vielas de barro do DER e ido comer fondue. Mas me comprometi a pagar R$ 40 por cada dia de hospedagem na clínica, até encontrar outro lar temporário ― ou definitivo. Preciso de ajuda com a divulgação da peluda (ela é insuportavelmente carinhosa!) e com as despesas veterinárias, e de uma pílula azul para esquecer que a gata que acordou no sofá quentinho, com sachê e cafuné, vai passar a noite sozinha em uma gaiolinha.



Leiam também:

:: Panfletagem por uma causa nobre
:: Inscrição em três etapas - parte 1
:: Inscrição em três etapas - partes 2 e 3
:: Protetor é quem cuida
:: Mutirão de castração é para os fortes
:: Se há uma chance, Gatoca é a favor
:: Da favela para Hollywood!
:: Mutirão de castração é para os fortes - parte 2
:: O primeiro de nove!
:: Sementes
:: Adoção platônica
:: Adoção Gremlin
:: Quase famosos
:: Ossos e um coração partidos
:: Descanso merecido
:: Para bater recordes de bilheteria!
:: A arte de enxugar gelo
:: Quando a coisa fica preta
:: Desfecho frustrante
:: Refilmagem
:: Os últimos de nove
:: Favela com emoção
:: Conscientização: o trabalho por trás dos holofotes
:: Ossos e um coração colados
:: NeverEnding Story
:: De Hollywood para o Japão
:: De Hollywood para os palcos
:: Halloween da sorte 2015
:: De Richard Gere para os braços do Pepê
:: Black Friday fracassada

9 comentários:

Anônimo disse...

Bia afinal ela está com calicivirose ou não? Torcendo para NÃO!!!
Adoro o blog...
beijos
Fernanda

Beatriz Levischi disse...

Não, Fernanda. Ela não espirrou nenhuma vez desde sexta e o tratamento para a traqueíte acaba amanhã. Mas ninguém ofereceu lar temporário e a pretolina continua presa em uma gaiolinha. :\

Elisa disse...

Qual é exatamente a idade dela? Em que parte da cidade vocês estão? Infelizmente meu apartamento é pequeno e um dos meus gatos está sendo castrado hoje, mas daqui a uns dias eu talvez possa ajudar, caso ela ainda não tenha sido adotada e esteja sem LT.

Beatriz Levischi disse...

Pretinha tem cerca de 1 ano, Elisa. Nós estamos em São Bernardo, mas eu levo a pequena até você ― se morar no mesmo estado (rs). Deu tudo certo com a castração do gatinho?

Pi disse...

Você viu Beatriz que no Facebook a Isabela Lula deixou recado? Torcendo muito pra que dê certo!!! ❤

Clara Nascimento disse...

Beatriz, acompanho o blog faz tempo e sempre que posso eu ajudo com um dinheirinho. Moro em outra cidade, São José dos Campos. É longe, mas se vc estiver muito desesperada posso servir como LT. Estou num apartamento espaçoso agora e mais um bigode faria companhia para meus dois amores.
Só não me ofereço para buscar a Pretinha porque estou sem grana, desempregada... Mas disposta a ajudar!

Um beijo!

Beatriz Levischi disse...

Vi, mas ela ainda não me escreveu para combinar a entrega da Pretinha, Pi ― que sai da clínica hoje à tarde. E parece que resgatou uma gata que teve sete filhotes. :\

Como lar temporário, o ideal é que a pretolina fique mais perto, para facilitar eventuais correrias ao veterinário e visitas dos interessados em adotá-la, Clara. :*

Cristina dos Anjos disse...

Deu certo? Conseguiram um lar?

Beatriz Levischi disse...

Na Pompeia, Cristina: http://blog.gatoca.com.br/2015/06/descanso-merecido.html. Temporário.