.
.

9.9.15

Conscientização: o trabalho por trás dos holofotes

Quando eu caminho pelo DER... (Sim, a epopeia do mutirão de castração terminou em março. Só que, nos meses que se seguiram, nós socorremos vários bigodes da comunidade, conseguimos famílias de comercial de margarina para os filhotes, passamos vergonha, ficamos putos, demos risada, nos emocionamos e continuamos ajudando quem não se vira sozinho ― as histórias estão todas no pé deste post.)

Como eu ia escrevendo, quando caminho pelo DER, as crianças vêm me contar que adotaram novos bichinhos, os adultos denunciam quem andou maltratando os veteranos e quase todo mundo pensa que sou veterinária. Seu Luis, dono do pet shop, me parou na rua no último fim de semana para comentar que o pessoal vive perguntando a data do próximo mutirão.

Acontece que, como vocês sabem, eu sou jornalista. E me dou melhor costurando palavras do que barrigas. Ou ensinando tutores a cuidarem de seus peludos. Ou articulando parcerias que beneficiem bípedes e quadrúpedes. E decidi recorrer ao poder público ― os Centros de Controle de Zoonoses costumam operar uma cota de animais por ano de graça.

Drª. Juliana, do CCZ de São Bernardo, disse que a verba de 2015 acabou e o agendamento só retornará em dezembro. Mas a comunidade já pode ligar para se informar. Imprimi, então, um cartaz com o telefone e expliquei ao seu Luis como incentivar os clientes a fazerem valer seus direitos. Dependendo da demanda, vai que rola um mutirão da prefeitura no DER, né?



Leiam também:

:: Panfletagem por uma causa nobre
:: Inscrição em três etapas - parte 1
:: Inscrição em três etapas - partes 2 e 3
:: Protetor é quem cuida
:: Mutirão de castração é para os fortes
:: Se há uma chance, Gatoca é a favor
:: Da favela para Hollywood!
:: Mutirão de castração é para os fortes - parte 2
:: O primeiro de nove!
:: Sementes
:: Adoção platônica
:: Adoção Gremlin
:: Quase famosos
:: Ossos e um coração partidos
:: Felicidade que nunca chega
:: Descanso merecido
:: Para bater recordes de bilheteria!
:: A arte de enxugar gelo
:: Quando a coisa fica preta
:: Desfecho frustrante
:: Refilmagem
:: Os últimos de nove
:: Favela com emoção
:: Ossos e um coração colados
:: NeverEnding Story
:: De Hollywood para o Japão
:: De Hollywood para os palcos
:: Halloween da sorte 2015
:: De Richard Gere para os braços do Pepê
:: Black Friday fracassada

2 comentários:

Mariana Almeida disse...

Beatriz, você é uma pessoa incrível! Parabéns pelo trabalho! Volto a sentir esperança no ser humano, quando lembro que existem pessoas como você!

Grande abraço.

Beatriz Levischi disse...

Tem muita gente fazendo coisas bacanas por aí, Mariana. ;)