.
.

11.2.22

Pancinha de gato: alerta ou gostosura?

Sabem a pelanca na barriga que alguns gatos têm, aquela que balança de um jeito engraçado quando eles correm? Ok, a quem estou querendo enganar omitindo nomes? Mercv é o rei da pancinha! Desde pequeno. Lembro até de perguntar ao veterinário como uma criatura magrela podia desfilar tamanha flacidez abdominal e a resposta foi cortante: "Genética, oras, como acontece com humanos".

Pois se a bolsa primordial não está necessariamente ligada ao excesso de peso do animal, para que serve? Trata-se de uma estratégia "3 em 1" da natureza, que permite armazenar gordura em épocas de escassez (como um extensor de mala), proteger contra ataques (tipo air bag) e fazer movimentos alongados (notem que marombados andam sempre travados).

Justamente por não precisarem mais dessa estrutura é que apenas os gatos domésticos que herdam seus genes continuam ostentando-a. Eu queimei o filme do Mercv, mas, aqui em casa, a pancinha mordível ainda domina — Jujuba, a modelo da foto, não me deixa mentir, rs. E por aí?

4 comentários:

Adrina disse...

Mas vale um alerta: pança crescendo rápido e do nada pode ser alerta de problema intestinal!

Gláucia Almeida disse...

Por aqui, o Lilo acredita fortemente que o risco de escassez é perene 🙄.

Daniela Salu disse...

Minha Nicole sempre corre com sua barriga balançando pra lá e pra cá, ajudando a mãe a aceitar a própria barriga que vai ficando igual com o passar dos anos 😂

Unknown disse...

A da Cora vem até com alarme de tanque vazio, 11h59 já dispara HORA DO ALMOOOOÇO rs