.
.

8.8.19

Dia Internacional do Gato e azar do resto!

Gatoca fala dos bigodes o ano inteiro. Neste Dia Internacional do Gato, enquanto vocês apertam seus peludos, quero chamar a atenção para todos os outros bichos. O Senado acaba de aprovar o projeto de lei apelidado de "Animal não É Coisa", considerando-os seres sencientes, portanto, sujeitos de direitos. Acontece que o PLC 27/2018 recebeu duas emendas que nos impedem de comemorar.

A do senador Rodrigo Cunha (PSDB-AL) limita o novo status jurídico aos pets. E a do senador Otto Alencar (PSD-BA) deixa mais claro ainda que a futura lei não vale para as vítimas da pecuária e de explorações "culturais" como as vaquejadas. Falta uma última votação na Câmara dos Deputados, mas a chance de sair algo prestável deste governo beira zero, qualquer proprietário de dois neurônios sabe.

Ontem mesmo rolou uma churrascada com 4 mil cadáveres na Esplanada dos Ministérios. Teve também a nomeação do Richard Rasmussen como embaixador do turismo, um apresentador de TV famoso por atormentar bichos selvagens, dono de um criadouro fechado por suspeita de tráfico silvestre e devedor de R$ 263,1 mil de infrações ambientais. E o que dizer do Ministro do Agronegócio disfarçado de Meio Ambiente?

Amem os gatos, sim. Mas não deixem de respeitar outras vidas — elas sentem e são conscientes disso.


O conteúdo do Gatoca é financiado por gente que acredita que o planeta pode ser melhor. Quer fazer parte da transformação? www.catarse.me/apoiegatoca

2 comentários:

Maria disse...

Como sempre, um passo pra frente e dois pra trás...

Patrícia Sloi Urbano disse...

Belo texto. Disse tudo, não o que comemorae e nem esperar alguma atitude decente desse governo bocal.