.
.

23.6.16

A gata mais sortuda de Gatoca

Estão sentados? Então, procurem o banco/cadeira/sofá mais próximo ― vale apelar ao chão também (ou, pelo menos, dar uma encostada na parede). Agora, respirem profundamente para preparar o coração. Os mais sensíveis talvez precisem de lenços de papel, melhor buscar. Todo mundo pronto? Lembram do resultado "fraco positivo para FeLV" da Catrina, que a fez perder a primeira família?


Tem a história completa dela aqui, mas acho que vocês vão querer ler depois, né? Só para situar os novatos, FeLV é leucemia felina, doença causada por um vírus que enfraquece o sistema imunológico. Pois o novo teste deu NEGATIVO! O organismo da vesgolina conseguiu neutralizar o vírus. Isso ocorre em apenas 30% dos casos.

Cliquem na imagem para celebrar as letrinhas com a gente. : )))



Epopeia da Catrina, La Muerte na busca por um lar:

:: Como tudo começou
:: Notícias da Morte
:: Lar temporário do lar temporário
:: Morte quer vida nova!
:: Chuchuia
:: Onde Está Catrina?
:: A gata mais azarada de Gatoca
:: Morte de vida nova!

8 comentários:

Lyra Libero disse...

Que coisa mais linda, Bia. Perdi minha Pan em razão da FELV :( e não é uma doença fácil, sabe. Mesmo vivendo vários anos, quando o vírus vem, ele vem pra valer. Que bom que a gatinha não tem mais.

Aline disse...

Eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

Pi disse...

💓

Anônimo disse...

Que notícia incrível Bia!!!!
Adoro essa linda....estou com o Francisco, um resgatado q testou positivo pra Felv, e ele ainda tem q fazer uma amputação na cauda pq amarraram uma bomba nela :(porém o teste feito foi aquele rápido, queria tanto q fosse um falso positivo!!!
Coisa boa saber q essa lindeza é saudävel!!!

Magda

Tati disse...

Que notícia mais linda! :D

AliceGap disse...

Não sabia que havia essa possibilidade. A nuvem escura foi embora

Anônimo disse...

Aaaaaaaaah!!!! Eu não disse?????!!! (Procurem comentários antigos, rs)
Ela estava muito estressada. Com amor e aconchego a imunidade volta.
Querida Catrina, que não pude adotar por morar em outra cidade, que bom!
Que sejam todas muito abençoadas, gata e humanas!
Beijos,
Regina H

Anônimo disse...

Que notícia feliz!!!