.
.

3.10.09

Giárdia exterminada!

Zelando pela sanidade mental e a integridade física dos envolvidos no tratamento contra a giárdia que empesteou Gatoca (e também porque eu não conseguiria medicar os dez bigodes sozinha no feriado da independência), Dr. N. decidiu fazer uma pausa de 15 dias na chacina.

O intervalo serviria para que a Jujuba parasse de tentar fugir pela lareira sempre que a campainha tocasse, para que o organismo dos pequenos desse uma desintoxicada da dosagem dobrada do remédio e para que os ovinhos restantes do protozoário atingissem a fase adulta, passível de morte.

Como em todo thriller, a segunda versão da epopéia giardística se desenrolou com muito mais sangue. Keka desistiu de vez de colaborar, Chocolate nos presenteou com showzinhos diários de urros e até o Mercv passou a se esconder do veterinário. A brincadeira me custou R$ 450 (!), isso porque o Stomorgyl saiu na faixa, graças à Merial.

A boa notícia é que agora eu posso dividir os erros e acertos da experiência com vocês:

* Antes da aventura começar, desarmem os gatos com uma bela sessão de manicure.
* Escolham o cômodo da casa com menos buracos inacessíveis para a tortura.
* Mantenham sempre por perto um aplicador de comprimidos salvador.
* Só usem toalhas para imobilização em último caso, porque presos os peludos se estressam ainda mais.
* Se segurá-los apenas pelo cangote não resolver o problema, experimentem apoiar as quatro patas em superfícies antiderrapantes, como camas e sofás, e fazer uma leve pressão com o corpo.
* Quanto mais inclinada para o alto a cabeça da fera, mais fácil da drágea acertar a garganta.
* Enquanto não rolar aquela lambidinha nos lábios, o remédio corre sério risco de ser cuspido.

Nada disso adiantará, aliás, se vocês negligenciarem a limpeza do ambiente contaminado:

* No primeiro e no último dia da batalha, desinfetem o piso e as caixas de areia com Herbalvet.
* Cobertores e paninhos podem ir para a máquina de lavar com o mesmo produto.
* Comedouros devem ficar de molho na água morna com duas tampinhas de cândida.
* No caso de jardins-banheiro, vale a pena tirar as plantas e a parte de cima da terra e entupir os destroços com sal grosso e/ou Herbalvet diluído.
* Misturar sal grosso no granulado higiênico também ajuda a impedir que a giárdia continue se proliferando durante o tratamento.

Cumprida a missão, ponham-se a rezar. E não se desesperem com a diarréia coletiva.

66 comentários:

malicursi disse...

Legal que vc tenha aprendido e repassado as dicas, Bia.
Giárdia é um saco pra cuidar :/

Feliz pelo fim da tortura dos pufosos :)

beijão

Marisa

Nana disse...

Caramba isso é uma terceira guerra mundial!!
Bia:
Resgatei um gatinho na rua ontem, mas não posso ficar definitivamente com ele, vou colocar para adoção.
Só estou com medo destas dorenças mais graves, pif leucenia, aids felina por conta dos meus...
Ele está isolado no banheiro, mas não sei no dia a dia que precauções devo tomar
Bjs

Ana disse...

Bia, posso colocar no Mães de Felinos?
beijos

LUZIA disse...

Ai Bia, vc é uma heroína mesmo. Estou aqui com a minha eterna Laila (docinho de bondade) e aquela siamesa_peluda linda, a Maia, que era da minha mãe idosa e estou ficando louca com o stresse entre as duas. Me ajude a arranjar um lar para ela por favor, ela está castrada, vermifugada, despulgada e vacinada e tem 9 meses. Acredito que haverá alguém que queira uma gatinha assim de raça e prontinha pra acariciar. Ah...tentei o link da rifa mas não funcionou ontem pra eu escolher o nome/número.

Beatriz Levischi disse...

Obrigada pela consultoria gratuita de sempre, Má! :)

Nana, antes de qualquer coisa, leve o gatinho para um check up veterinário. Depois, mantenha-o isolado dos outros para ver se nenhuma dessas doenças se manifesta. O teste de PIF só é feito nos EUA, por isso custa caro.

A Tânia não te passou o meu e-mail, Luiza? O link da rifa está normal aqui...

Ana, todos os textos do Gatoca podem ser replicados em outros sites (com crédito e link para o blog, claro!), porque o objetivo é justamente informar e conscientizar o maior número possível de donos de bigodes. :)

Nana disse...

Bia:

Levei o lindinho ontem a veterinária, foi vermifugado e coloquei frontline de resto está aparentemente bem saudável é carinhoso e ronronento!.
Está isolado no meu banheiro e tenho que colocá-lo para adoção... me comprometo a arcar com a castração! Dá uma passada lá no Blog para ver como é lindo o Sem Noção!
Bjs e obrigada!

Eliane disse...

Bia, já pensou em fazer igual ao que existe no Japão, onde as pessoas pagam para passar um tempinho com os gatinhos, fazendo carinho, brincando, tudo para desestressar? Rs.. me veio essa idéia na cabeça ao vê-los todos embolados, eu ia atacar essa turminha, sem ligar pros arranhões, como uma legítima Felícia. :-)
Brincadeira viu :-)

Fernando Bilinski disse...

Beatriz, poste essa imagem em tamanho grande. Vai dar um ótimo wallpaper.

P.S. A idéia da Nana é interessante, você poderia alugar os bigodes hehehhe

Cleber disse...

[off-topic]
Oi Beatriz, estou (ansiosamente) no aguardo de seu contato sobre a adoção do Jacob. Já está tudo ok por aqui para recebê-lo, e os fones estão no seu email. :)

MOK-C disse...

Bia, por que tem sempre dois bigôs faltando nas fotos coletivas? você não tem nenhuma "foto de família" nos seus arquivos?
ah, vou comprar uma rifa! seu apelo funcionou comigo – já pensou em ser advogada?
beijoca.

Ana Paul disse...

que bom que os gatinhos estão todos com saúde! Às vezes, eu fico até sem dormir quando vejo que eles não estão bem!

Anônimo disse...

Se me permitem, aí vão alguns "adicionais" para as dicas da Bia:
* Se segurá-los apenas pelo cangote não resolver o problema, experimentem apoiar as quatro patas em superfícies antiderrapantes, como camas e sofás, e fazer uma leve pressão com o corpo.
- Um banquinho do tipo de bar costuma funcionar bem pq não há espaço para muito movimento.

* Quanto mais inclinada para o alto a cabeça da fera, mais fácil da drágea acertar a garganta.
- Se o comprimido ou drágea for lambuzada com algumas gotinhas de óleo de cozinha ou, melhor ainda, o óleo de atum em lata, o comprimido "escorrega pela goela" mais facilmente.

* Enquanto não rolar aquela lambidinha nos lábios, o remédio corre sério risco de ser cuspido.
- Ainda com a cabeça inclinada para o alto, após "arremessar" o comprimido na garganta e mantendo delicadamente as mandíbulas fechadas, dê um "beijinho" na ponta do nariz ou esfregue o pequeno focinho com a ponta do dedo.

Boa sorte!

Ana C.

Beatriz Levischi disse...

Espero que o Sem Noção encontre sua cara-família logo, Nana.

Eliane e Fernando, eu até poderia alugar os bigodes de Gatoca, se eles não fossem tão anti-sociais.

Obrigada pelas dicas adicionais, Ana. :)

Marina, a gente consegue o milagre juntar oito gatos de personalidades diferentes na mesma foto e você reclama que faltam dois? rs

Denise disse...

Giardia o pesadelo!
NÃO DE MEDICAMENTO SEM CONSULTAR SEU VETERINÁRIO

Cara amiga gatoca, que bom que você conseguiu porque eu ainda estou sofrendo.
Passei por seis veterinários todos os exames utrason, fiv e por ai...
Todos os exames de fezes davam giardia.
Veterinário 1° Panacur (Herbavet) - Veterinário de bairro
Veterinário 2° metronidazol + Bactrim (por sinal só injetável consigo bebes não engolem nem manipulado) - Veterinário especialista em gatos
Veterinário 4° Metronidazol + Bactrim - Veterinário da USP
Veterinário 5° Facyl 500 - Veterinária de bairro
Veterinário 6° Albendazol (Pronto Socorro Campo Belo)
Tudo isso em dois anos só.
Alimentação;
PREMIER PELOS LONGOS
Royal canin Intestinal dobro de calorias para diminuir a perda de pesa
----
Sou meio doente por limpeza e sabendo da giardia ainda, faxina todo dia incluindo lavagem da roupa de cama mesa e banho com herbavet.
Desinfecção;
- Caixa de areia com sal grosso, lavagem todo dia (herbavet)
- Desinfecção de tudo (desde brinquedos dos filhos, sofá cama, janela geladeira rsrs) herbavet
- Banho nos pets
E nada de conseguir combater.
Tratamento;
Eu tomo medicamento e dou para meus 4 pets em casa.
Contatei sangue nas fezes da Deby depois de oito dias com o Facyl 500 meio comprimido , três dias DEPOIS que parei de dar o facyl minha gata persa Deby teve uma crise, muito sangue nas fezes e vomito o dia todo liguei para o veterinário e ele recomendou o plazil, eu dei e nada, então quando foi umas 22:00 levei no hospital veterinário do Campo Belo que por sinal é o mais barato que encontrei (100,00 consulta + um medicamento injetável para vomito, mais remédios para melhorar o estômago dela total 250,00)
Chegou em casa uma hora depois vomito de novo, dormiu e acordou melhorzinha.
Agora irei começar o novo (6° tratamento) com meio comprimido de albendazol para cada gato, 3 gatos de 3.2 kilos cada) e um comprimido para minha cachorra de 10 kilos por 3 dias.
Antes vou começar o tratamento tenho que esperar uns dias até que o estomago dela melhore.
Vou começar todo processo de novo, banho nos quatro medicamento desinfecção de tudo, pior é que meu gatos são persas são 40 minutos só para secar isso no secador profissional de pets.
Hoje dia 04/04/2011 segunda- feira vou chegar em casa e começar com o reforço que a veterinário deu para proteger o estomago dela, estou rezando para quando eu chegar em casa ela esteja bem eu não tinha dinheiro para interna-la ia gastar mais 400,00 para ela ficar em observação por 24 horas arrisquei trazer para casa quando passei com ela, já estava melhor.
Na verdade eu não tinha nem o dinheiro da consulta mas no desespero eu pedi emprestado.
A veterinária me falou ontem que a amiga dela também veterinária tem um gato que ela nuca conseguiu combater a giárdia me desanimou.
Entro para contar se consegui erradicar essa praga da giárdia, estou até desanimada, justo eu que limpo tanto só dou água filtrada, dou banho neles mensalmente em casa, nem entro em casa de sapato da rua tiro e deixo na porta muitaaa limpeza amor e dedicação e meus pets vivem doente perdendo peso por causa da giárdia.
Parece que estou nadando, nadando e morrendo na praia.

Beatriz Levischi disse...

Denise, o melhor conselho que eu posso te dar é respirar fundo e acalmar o coração. Quando o tratamento dos bigodes terminou, ainda havia sangue nas fezes. Mas eu imaginei que a culpa fosse do estresse e do excesso de química no organismo, como ocorre com a gente, esperei um tempo e o sangue desapareceu. Sem contar que, quanto mais remédio o bicho ingere, mais forte se torna o parasita. Se o problema realmente persistir, procure o Dr. Valdo Reche (Vetmasters Jardins): 3082-3532 e 3085-8619. Ele custa caro, mas faz milagres. ;)

Lucianne Mergulhão disse...

Nossa, agora que li o depoimento da Denise to mais aflita ainda. To tratando meu gato de giardia, já estamos passando para a segunda medicação e nada. Ela ta esperto a unica coisa que me preocupa é que ele era um gato bem gordinho e agora da pra ver até os ossinhos dele. O coco dele não endurece por nada. O mais engraçado é que meu outro gato não tem nada.Estou procurando casos na internet para ver se é normal essa diarréia que não acaba nunca e a perda de peso. Não vejo a hora desse pesadelo terminar.

Beatriz Levischi disse...

Você ouviu a opinião de outro veterinário, Lucianne?

Simone disse...

Meu Deus gente giardia é uma praga!
Já passei por três veterinários e nada.
Já dei Gerdicid, Metronizadol e nada e lá já se foram 6 meses de luta.
Não tem jeito gente, tem que comprar o bendito do Herbalvet só ele desinfeta o ambiente. Prendi a minha gatinha no banheiro para facilitar a descontaminação e recontaminação já que não posso desinfetar todo ambiente tenho o quintal muito grande e parte de terra e agora estou dando Albendazol (humano) o correto é 25mg para cada Kg, pessa uma seringa na farmácia para medir, mas como a da minha já está resintente estou dando meio ml de 12 em 12 horas durante 10 dias, na primeira dose já apresentou as fezes mais consitente e sem sangue, tá até fazendo cobrinha, estou na espectativa e com ajuda de Deus vai tudo ficar bem.
Enfim gente não aguentava mais pular de veterinário em veterinário,só gastando dinheiro e aquele Gerdicid que os veterinários recomendam parece água, dei três vezes para a minha gata e nada ele é ineficaz, e última veterinária recomendou de novo, parece uma márfia, mas meu coração de mãe não se engana, comprei Abendazol, é claro que não estou dando remédio sem saber o que ela tem, fiz exame de fezes.
Resolvi dividir com vocês porque acho um absurdo tantos veterinários formados e nenhum conseguir passar um remédio adequado, outros nem exame pediram, ficaram fazendo tetes co minha gata: dá isso, não ficou bom!Dá aquilo! Não ficou bom! Faz isso e meu desespero só aumentando, porque além de tudo tenho que castra-la e operar a Hérnia dela,já pensou uma cria? Ai meu Deus, giardia coletiva!!!

Anônimo disse...

Eu também estou penando com a giárdia... o pior de tudo é que minha gata é arisca e nem no colo vem. Agora estou tentando uma homeopatia da Arenales, pois é a única coisa que coloco na comida e ela não percebe... mas a danada da Giárdia ainda não foi embora. :( e tenho mais dois gatos.

Beatriz Levischi disse...

O problema não é o remédio, Simone. As reinfestações ocorrem por causa da dificuldade de eliminar a fonte de infecção do ambiente. Sua gatinha está bem?

Por que você não pede ajuda a um veterinário, caro anônimo? Eu nunca vi usarem homeopatia contra giárdia. E, se os outros bigodes se contaminarem, sua dor de cabeça será muito maior.

Cristiane Bonin disse...

Bom dia. Por favor, estou com um gato de 4 meses. Dei 25 dias de Giardicid. Ele melhorou, mas não sarou. Qual remédio vcs usaram com o gato? Obrigada!!

Clara disse...

gente, estou dando o genérico, (tinidazol), do facyl, (que curou um gatinho nosso que teve giárdia tb, faz um tempão), pois não o encontrei na farmácia, e o nosso gatinho apresentou melhoras. o comprimido é grandão, parti em 4 e dei um pedacinho por dia. no 2º dia ele já apresentou melhoras.acho que exagerei na dose, não precisava dar um comprimido inteiro, mas fui pelo facyl que tinha dado da outra vez, pois dei 4 pedacinhos tb.
- outra coisa: comecei a misturar tipo ciperpurina, um 'desinfetante' que tem cheiro da antiga creolina e comecei a misturar no desinfetante que misturo a areia da caixinha cada vez que tiro o cocozinho ou xixi.
acho que vai ajudar a parar as ecas nos mimis.
fica a dica!

Ricardo Menezes disse...

Estou com três onde um eu tenho certeza que tem a tal giardia. E consequentemente os outros também devem ter. Vou começar a batalha amanhã. Que Deus me ajude!

Só uma coisa, tudo começou com a febre de um deles. É normal a giardia provocar febre?

Beatriz Levischi disse...

Giárdia pode provocar febre, sim, Ricardo. Boa sorte com os bigodes!

Rose Mary disse...

Tenho uma gatinha siamesa e gostei muito da matéria em relação a giardiase, descobri hoje que minha gatinha esta, depois de passar por três veterinários e tomar vários remédios; agora sei que posso tratá-la de forma correta e sei que vai ficar curada.Eu amo a minha gatinha NINA, por isso agradeço a todos pelas dicas.

Beatriz Levischi disse...

Tomara que a Nina fique boa logo, Rose Mary.

Heloisa disse...

Ola, estou precisando urgente de ajuda, Resgatei um gatinho das ruas que estava bastante debilitado e ele começou a apresentar fezes pastosas,com sangue,odor forte e com uma frequência de 3 a 4 vezes por dia. Levei ele no vet e foi diagnosticado giárdia. Comecei a dar o tratamento com giardicid, ele não melhorou da primeira dose, depois de 15 estou dando a 2 dose do giardicid mas agora o gatinho esta apresentando diarreia. Isso é normal ou estou fazendo alguma coisa errada? Desde já agradeço

Beatriz Levischi disse...

O veterinário pediu exame de fezes para ter certeza que o problema é giardíase? A bula do Giardicid sugere cinco dias consecutivos de remédio, ó: http://www.cepav.com.br/br/paginas_internas/produtos/giardicid/bula_50.html. Se você tem dúvida sobre o tratamento recomendado, ouça uma segunda opinião.

Heloisa disse...

Bia, na segunda dose o vet aumentou a dosagem passando para 7 dias de medicamento, mas ele não apresentou até agora nenhuma melhora e agora esta com diarreia. Eu já tinha outro gato que acabou se infectando tb, porém o outro tá ótimo, já refiz os exames de fezes dele e deu negativo. Não sei mais oq faço, pois estou seguindo rigorosamente todas as instruções e o gatinho não melhora

Rose Mary disse...

Ainda estou na luta com a minha NINA, tomou o medicamento por 7 dias, mais 3dias e por fim mais 5 dias, agora estou com o probiótico por 5 dias, mas ainda esta evacuando com um pouco de sangue, já não sei mais o que fazer, ela emagreceu e não estava querendo comer direito, tem dois dias que ela começou novamente a se alimentar normal, mas estou muito preocupada, pois moro na região Serrana do Estado do Rio(teresopolis), e o veterinário disse que se não melhorar vou ter que ir para uma clinica especializada na capital, coisa que seria totalmente dispendioso, pois teria que alugar um taxi e nem sei qual seria o custo nesta clinica, faço tudo por NINA, pois quero ve-la curada, e tb me preocupo com meus pais, minha mãe tem 68 anos e meu pai 73 anos, e os dois ficam o tempo todo com ela, e sei que eles tb estão sofrendo com a doença dela, isso tem me deixado triste por demais, pois tenho que cuidar da minha amada gatinha e tb dos meus pais; por favor, alguém me ajude pois não posso de forma alguma imaginar a NINA longe da gente, faço tudo que posso por ela, esta é a prmeira vez que ficou doente, e hoje o que mais quero é vé-la curada, mas tb creio em Deus que a minha Nina vai ficar curada. Um abraço a todos.

Beatriz Levischi disse...

Você repetiu o exame de fezes, Rose Mary? Se a gatinha está comendo direito, a alteração no cocô pode ser causada pelo remédio ― excesso de química no organismo, sabe?

Rose Mary disse...

Não, estou dando o probiotico e vou falar com o veterinário, tenho observado as fezes dela e hoje estava com um sangue um pouco escuro, meio talhado e um pouco com sangue vivo, e um certo bilho tb nas fezes,eu acho que esta dando resultado, mas mesmo assim tenho hidratado ela com agua de coco. Agradeço muito Beatriz pela sua ajuda, e tenho certeza que vou lhe dar uma boa noticia, tenho pedido muito a Deus para curá-la, eu estou fazendo a minha parte e sei que ficará tudo bem.

Rose Mary disse...

Ola Beatriz, fiz uma serie de exames na Nina, ultra e sangue, tudo indica que a giárdia foi exterminada, mas descobrimos no exame de sangue que ela está com uma doença transmitida pela pulga, coisa que aconteceu quando tiramos ferias, coloquei o medicamento antes de viajar, mas ela já estava resistente e voltou com uma pulga, que foi o suficiente para pegar esta doença, já estamos em tratamento, 5 dias de cortisona associado ao antibiótico que será ministrado por 21 dias, esta se alimentando bem e já esta brincando e dormindo menos, agora creio que ela vai ficar curada, ainda esta evacuando com um pouco de sangue, mas a veterinária disse que é normal, tanto a giárdia quanto esta bactéria pode causar sangramento. agradeço pela força. um abraço.

Beatriz Levischi disse...

Como a Nina está, Rose Mary?

Aline Rosiane disse...

Tenho duas gatinhas de cerca de 2,5 meses, apresentaram giardia no exame. Faço a desinfecção do ambiente tudo certinho. O único sintoma era a diarréia, estavam ativas. Dei 1/4 do comprimido FACYL e as duas ficaram abatidas, não comem, não bebem, ficam babando ou salivando muito...o gato de vcs apresentaram estes sintomas? Preocupada...

Beatriz Levischi disse...

Quando os bigodes sentem o gosto amargo do remédio, podem salivar, sim. Mas não o dia inteiro. Parar de comer também não é um bom sinal. Eu levaria as pequenas ao veterinário, Aline.

Ivan disse...

Dicas, principalmente para quem tem vários gatos. Tenho 7.
O tratamento contra giardia tem que fazer com todos. E o Giardicid 50 sai uma fortuna para esse povo todo.
- Usar Giardicid 500 e mandar para uma farmácia de manipulação por em cápsulas!
As cápsulas não são amargas, eles não babam na hora de enfiar goela abaixo. E uma cartela de 500 já dá para todo mundo.
- Passar Maltpaste nas cápsulas antes de enfiar. As cápsulas ficam escorregadias, fáceis de engolir, e .... gostosas para eles! Eles agora esperam a hora de tomar; não fogem!

Beatriz Levischi disse...

Foi um veterinário que te deu essa dica, Ivan?

Verônica disse...

Dei tinidazol ao meu gato por 6 dias , quando posso repetir a dose?

Beatriz Levischi disse...

A melhor pessoa para te responder é o veterinário, Verônica.

Anônimo disse...

Socorro...faz 4 meses que estou tratando minha gata pra giádia e nada. Primeiro tratei ela com Metronidazol 400, limpava o ape todo dia com água sanitária e com um pano úmido do mesmo produto limpava o sofá, tapete, móveis em geral. Dias depois mais sangue nas fezes. Fiz exame constatou cistos da giardia. Comecei mais um tratamento, este com Flagymax, dei por 20 dias 1 ml por dia e até agora nada. Estou limpando todo dia o ape com herbalvet, inclusive a caixa de areia, limpando os móveis com ele...e nada! Não sei mais o que fazer. Estou pensando em devolver minha gata, pois tenho um filho de 11 anos e nao qro que ele se contamine. Minha gata ainda nao tem 1 ano de idade, dizem que após ela fica mais resistente, será? Alguém pode me ajudar?

Inelde

Beatriz Levischi disse...

Respire fundo, Inelde. Quando seu menino fica doente, você não pensa em abandoná-lo, pensa? A gatinha não tem culpa. E vai sentir saudade de vocês. Há um veterinário acompanhando o tratamento dela? O que ele diz? Talvez, valha a pena ouvir outra opinião. E evite usar água sanitária. Ela é perigosa para animais, ó: http://blog.gatoca.com.br/2014/11/agua-sanitaria-e-animais-nao-combinam.html.

Gilmar Dias disse...

Denise por favor se conseguiu acabar com a giardia dos seus pés me ajude estou na mesma situação que a sua mais de nove meses....estou exausta.estou com toque de limpeza até...meu email colibriiiirosi@Hotmail.com

Juliana Gualtieri disse...

Eu só vim dizer: Muuito Obrigadaaa pela informação. Óh céus, é indescritível a sensação quando você compreende que uma pessoa passou pela mesma merda que você, sabe como deve agir em meio a merda, e ainda, te fala o que aprendeu, te dá dicas de como não ser tão infeliz em meio a merda. Realmente, muito obrigada!

Beatriz Levischi disse...

Hahahahahahaha! Volte para contar se deu certo por aí. ;)

ederson rodrigues disse...

oi passando por aqui para ler mais a respeito dessa tal de giárdia...vou tentar resumir um pouco do que tenho passado...adotei 2 gatos um macho e uma fêmea, dei vermífugo e após isso as fezes nunca mais foram as mesmas...levei em uma veterinária, e ela me passou diagnóstico de infecção intestinal, tomaram antibiótico e mais uma dose de vermífugo por talvez ainda apresentarem vermes...fiz certinho...nada...ainda com diarréia...ai me falaram q poderia ser giárdia, dei vermífugo de novo que pega a tal de giárdia, nada...ainda com diarreia...fiz exame de fezes para ver se apresentava alguma coisa, apareceu um verme, o tal de ancylostoma, mais vermígufo...ainda diarreia...levei de novo no veterinario...exame de sangue completo, fezes...nada apresentou...dei probiotico, não resolveu, fiz exame de fiv/felv, negativo, ainda diarreia...só que a fêmea faz umas fezes as vezes gelatinosa com pontinhos de sangue...ou no final das fezes umas gotinhas de sangue vivo...mas os exames n apresentam nada...ai nesse meio tempo pegaram rinotraqueite...tratamento 15 dias com antibiotico...fezes ainda moles...e ainda apresentando sangue e uma gelatina...enfim...não sei mais o que fazer..nesse meio tempo...já 3-4 meses com diarreia, a femea começou a fazer fora da caixa de areia...faz onde ela está...ou seja ela defeca por todo o apto....menos na caixa de areia...me ajude!!!faço tratamento com o giardicid?

Beatriz Levischi disse...

É muito remédio, Ederson. E um tratamento que deixaria qualquer animal estressado. Os vets em que você levou os bichanos são especialistas em gatos? Vocês moram aqui em São Paulo?

Deisi Cord disse...

Ai gente... Que hecatombe essa tal de giárdia! Já estou há 4 meses tratando meu Mané, um enorme gato SRD, lindo de viver. Já tomou secnidazol, metronidazol, tinidazol, giadicid e agora estou propensa a dar furazolidona, também li por aqui que alguém deu albendazol. Venho pesquisando na internet. Já desisti de levar na vet., pq os remédios que ela passa não surtem efeito.Já comprei o herbalvet, tô com TOC de limpeza até. E nada. As fezes nunca normalizam, têm odor bem ruim. Bebe água filtrada.
Ele come bem (até acho que muito bem), ração super premium da Proplan. É ativo, brincalhão, fora as fezes aleradas, é bem tanquilo. Já fizemos exames de FIV/FELV, deu nagativo.
Bate um desespero! A outra gata, Lola, uma siamesa de 14 anos, está super bem. No início fizemos o tratamento nela e tambem no Magoo, nosso pastor. Os dois estão com cocô saudável. Mas o Mané, nunca! Está conosco há um pouco mais de quatro meses, chegou com 40 dias.

Eduardo Magalhães disse...

Boa noite. A minha gatinha se 12 anos começou a fazer as fezes moles com uma espécie de meleca branca (sei la),mas sem sangue.Tem uns 2 dias. Será que é Giardia. Como pode ter pego,só come ração?mas vou levá-lá no vet.

Beatriz Levischi disse...

Bichos podem pegar giardíase bebendo água não filtrada, Eduardo. Leve a gatinha ao veterinário, sim.

Anônimo disse...

Bom dia... Passei está agonia durante quase três anos com a minha Tesouro... Cansada li na cia do gato persa de sobre o tinidazol... Foi a minha salvação !!!! Desinfetar tudo durante três dias da medicação e dei s mais 4dias sendo 1/4 por dia por conta do peso... Enfim!!! Livre e já tem dois anos... Não deixo ninguém entrar na minha casa de sapato!!!! Fiquei meio paranoica com isso.

Rose Sal disse...

Terminei hj os 5 dias de tratamento da giardia nos 4 gatos,que estão com diarréia há quase 2 meses. Elas se contaminaram depois de sete dias que hospedei uma gata de uma família conhecida,para que eles pudessem sair de férias durante um mês. A veterinária do bairro foi avisada tão logo a diarréia iniciou, mas só receitou probiotico,voltamos nela porque um dos gatos estava febril e ela fez exame de sangue, injetou um anti febril e como meus gatos que crio há mais de 20anos nunca tiveram diarréia, então eu não conhecia nada sobre o assunto. Após 1 mês de giardíase é que fomos descobrir pois o funcionário do Pet sugeriu o diagnóstico. Novamente fomos à veterinária e ela pediu exame parasitológico,o qual deu negativo e sem repetir o exame passou metronidazol. Meus gatos filhotes continuam com diarréia e agora o sangue está mais visível do que antes do tratamento. É assim mesmo? Demora a fazer efeito?

Beatriz Levischi disse...

Nem sempre a giárdia aparece no primeiro exame, Rose. Por isso os laboratórios sugerem três coletas, em dias alternados. Ouça a opinião de outro veterinário, de preferência, especialista em gatos.

Marcos Sch disse...

Passei meses de tortura com uma gatinha filhote e nada tratava até que finalmente um veterinário resolveu dar secnidazol. O difícil é que o menor comprimido era de 1g e eu tinha que dar 1/8 de comprimido. A grande vantagem é que é dose única. No dia seguinte já não tem diarreia. Instantaneamente!! E muita limpeza da casa e utensílios nos dias que se seguem. Normalmente uma única dose resolve, mas se houver reinfecção por contaminação da casa isso costuma aparecer dez dias depois e exige nova dose e mais acepção.

Fvanessam 2014 disse...

A solução não seria devolver a gata, até pq a essa altura todos já estão contaminados, até pq a giardia pode ter sido transmitida de vcs p o gato, vai ter que tratar a gata e todos vcs. Aqui aconteceu o mesmo, estou tratando os cães, os gatos e is filhos, até pq em gente é bem mais fácil, basta dois comprimidos de secnidazol de 1000 e repetir a dose 15 dias depois.

Beatriz Levischi disse...

Lembrando que não se deve medicar os peludos sem a orientação de um veterinário ― alguns remédios, em dosagem errada, podem até matar.

Anônimo disse...

Beatriz, qdo vc diz dose dobrada do stormogil vc quer dizer por ex meu gato tem 5 kilos dou uma dose para 10 kilos? Vou passar para o meu Vet, já usei tinidazol, giardicid é nada de curar :(

Beatriz Levischi disse...

Precisa olhar na bula do remédio. O vet saberá.

Elen Cristina Tobias disse...

Esta louco, no meu pomar e jardim vou arrancar a grama, as árvores, o mato e as plantas e jogar sal grosso contaminando o solo para salvar o gato. E as plantas não estão vivas? Quem vai salva-las?

Beatriz Levischi disse...

Eu não precisei fazer isso, Elen. A dica é para casos extremos. E cabe ao tutor decidir sua prioridade, né?

Anônimo disse...

Nossa vendo vocês falarem sobre a Giardia deu mais dor de cabeça ainda�� adotei 4 gatos da rua, eles de vez em quando fogem e não consigo segurar em casa, acontece q minha cachorra de dez anos contraiu tbm e agora estou tendo q tratar duas cadelas e quatro gatos, não dapra saber com certeza quem faz fezes mole e com sangue mas creio que seja um que emagreceu muito. Vou fazer a vermifugaçao deles 3 dias depois repetir com 15 dias que a Vet orientou, vamos ver se melhora, mas estou pensando em dar o tal aobendazol que vi aqui, pq acho q ele vai precisar de medicaçao tbm. A minha cadela tomou giardicid mas não melhorou, continuou com fezes moles com sangue e uma gosma. O problema é que como eles vão pra rua vi que vou acabar tendo problemas sempre �� vou começar a colocar o sal grosso na cx de areia apesar de que nem sempre eles usam ela, tem mania de fazer no meu pinheiro que tenho certeza por isso minha cadela contraiu tbm. Não tenho como arrancar ele mas vou tentar cercar de alguma forma ou tacar sal grosso kkkkk.
Deus me ajude pq n fica barato não, só de Vet e Vermífugo e remédios já foi uma fortuna.

Beatriz Levischi disse...

O mais seguro é impedir o acesso à rua. Por vários motivos, não só para evitar giárdia: http://blog.gatoca.com.br/2012/03/telas-2-motivos-e-11-empresas.html. Quanto aos remédios, converse com a veterinária antes. Medicar por conta pode matar o animal.

tania disse...

tenho dois peludos de 10 anos, moramos em apartamento nao vao a rua, so comem proplan e um deles esta com giardia dei tinidazol meio comprimido por 6 dias o sangue sumiu a coceira no anus tambem, mas o coco continua mole! se no sexto dia o coco nao tiver duro e pq continua com giardia? ou leva uns dias?

Beatriz Levischi disse...

Se os gatinhos estão comendo direito, a alteração no cocô pode ser culpa do remédio (excesso de química no organismo). Mas, para ter certeza, precisa repetir o exame de fezes.

Tauta disse...

oi, beatriz! tenho dois gatinhos de um ano e o macho apresentou alguns sintomas de giádia. levei num veterinário, fizemos exame de fezes e ele chegou a conclusão que seria sim essa danada. me passou albendazol líquido e um remédio pra flora intestinal. já comecei o tratamento com o bioflora e daqui a pouco vou iniciar o albendazol. o meu problema é com a limpeza agora, moro em uma casa que tem um pequeno canteiro onde eles sempre brincam e as vezes fazem cocô. como devo fazer pra manter o canteiro limpo sem matar as plantas também? tem algum produto que posso colocar na terra que ajude a eliminar sem matar o canteiro? obrigada!

Beatriz Levischi disse...

A vet dos bigodes disse que você pode arriscar uma tampinha de cândida diluída em 5 litros de água ― jogue só na terra.