.
.

14.3.18

Cuidado com o calor!

Qualquer ser humano sofreria de sobretudo com os termômetros marcando 30ºC. Imaginem os gatos, que não têm capacidade de liberar calor como a gente. O corpo pode superaquecer e até parar de funcionar de vez. Os sintomas mais comuns de hipertemia são vômito, desorientação, cansaço, respiração intensa e aumento dos batimentos cardíacos. Mas não precisa esperar por eles, né? Para garantir o bem-estar dos bigodes...

Compre um bebedouro elétrico
Hidratação nesta época do ano é essencial e os felinos, que extraíam das presas a quantidade de água que o organismo precisava para funcionar direitinho, não se animam muito com os potes mornos, de pelos boiando.

Coloque pedrinhas de gelo
Além de tornar mais sedutora a missão de ingerir 60 ml por quilo de peso, elas ajudarão a regular a temperatura corporal. Só não vale esquecer a tigela ou o bebedouro no sol.

Mantenha o carro ventilado
Se precisar levar o peludo ao veterinário perto da hora do almoço, abra os vidros ou ligue o ar-condicionado. E não o deixe preso no veículo quente nem por alguns minutos.

Instale redes nas janelas
De abafado já basta o clima, que não dá para controlar. Com as telas (inclusive nos vitrôs), a casa pode ficar aberta durante nossa ausência, sem perigo para os inconsequentes.

2 comentários:

Anônimo disse...

Aqui em casa temos duas fontes, duas pias de lavabo cheias e mais três potes em cômodos diferentes.
Ah sim, são doze fofuchos

Ieda Reis disse...

Eeeh, tenho feito tudim direitim. Seguindo criteriosa e amorosamente o manual do gato bem hidratado. 😻💕💧🚰