.
.

28.7.17

Melhor horário para evitar vômitos

Quem tem filhos humanos (ou o pacotão de nhacas respiratórias, como esta jornalista) sabe que os piripaques sempre ocorrem à noite, quando não há ninguém perto para ajudar e os lugares estão todos fechados. Pois os bichanos doentes também tendem a piorar com o pôr do sol. Por praticidade, eu costumava dar tanto a alimentação natural quanto as latinhas industrializadas nesse horário e demorei para ligar os ponteiros do relógio aos vômitos insistentes.

Bastou trocar a ceia especial pelo café da manhã que tudo se resolveu ― exceto quando Pipoca resolve fazer a limpa nos potinhos dos amigos antes que a gente consiga recolher, rs. (Vale explicar aos leitores novatos que seis peludos aqui sofrem de insuficiência renal e são acompanhados de pertinho pela Drª. Maria Eugênia Carretero, veterinária homeopata. Vômito é coisa séria e precisa de investigação.)

3 comentários:

Anônimo disse...

Problema é que os meus adoram comer a noite, é quando ficam mais ativos.

Aninha disse...

Tentei alimentação natural aqui em casa. Dos doze, apenas um lambeu um pouquinho...

Beatriz Levischi disse...

Eu não tiro a ração seca à noite ― que fica disponível o dia inteiro, aliás. Só mudei o horário da úmida, que eles comem empolgados além da conta. rs

Seus doze gatos foram resgatados filhotes, Aninha? Pergunto porque tenho uma teoria.