.
.

17.5.16

6 mitos sobre alimentação animal

Tem gente que aproveita o tempo livre viajando. Eu integro a panela dos idealistas que resolve fazer mutirão de castração. O que essa informação tem a ver com o título do texto? É que foi subindo e descendo as vielas de terra do DER que descobri que muitos tutores compram ração colorida achando que tem mais nutrientes, quando, na verdade, elas estão cheias de corante e sódio, substâncias que estimulam a formação de cristais. Eis a importância de compartilhar as informações abaixo.

1) Ração barata NÃO significa economia
Além do corante e do sódio, citados anteriormente, elas também levam ingredientes de qualidade questionável, como farinha de subprodutos de frango em vez de carne fresca, ou não apropriados a animais carnívoros, como glúten de milho e farelo de soja. Quem economiza na alimentação certamente gastará com veterinário e remédios mais para frente.

2) Mudança de marca NÃO pode ser de repente
O ideal é misturar um terço da nova com dois da velha no primeiro dia, metade de cada uma no segundo e dois terços da nova com um da velha no terceiro. Troca abrupta dá diarreia ― e caprichada, porque o bicho tende a comer mais do que de costume, animado com o sabor diferente.

3) Leite de vaca NÃO faz bem para gatos
Depois do desmame, que geralmente ocorre na sexta semana de vida, os bigodes não precisam mais de leite. Muito menos de vaca, rico em lactose, que o organismo deles não consegue digerir, gerando acúmulo de gases, dor e até diarreia.

4) Cães NÃO precisam de carne
Considerados onívoros oportunistas, o organismo dos cachorros se adapta para obter os nutrientes essenciais a partir de vários alimentos. Se quiserem um amigo vegetariano, basta elaborar um cardápio que compense as limitações e supra suas necessidades.

5) NÃO se deve dividir comida humana
Cebola, pimenta e outros condimentos são tóxicos para os peludos. Alimentação natural possui vários benefícios, mas deve ser preparada especialmente para o animal, compondo um cardápio balanceado.

6) Dar água da torneira NÃO é recomendável
Gato com esse hábito, aparentemente, fofo fica sem beber nada quando a gente está fora de casa, aumentando o risco de problemas urinários. Estimulem o bichano a se hidratar usando potes grandes (eles não gostam de encostar os bigodes nas bordas), colocando pedrinhas de gelo no calor ou investindo em bebedouros elétricos.


* Texto escrito para o Yahoo!

8 comentários:

beatriz terenzi disse...

só discordei do item 4 - cães são CARNÍVOROS oportunistas, e não "onívoros oportunistas", ou seja, tem a capacidade de digerir amido e outros produtos vegetais e podem até "sobreviver" com uma dieta vegetariana, mas tem como fonte nutricional ideal e fisiológica a carne, sim.

BewitchingCougar disse...

Cães podem SOBREVIVER sem carne, mas é péssimo para eles, até porque precisam de muita proteina. Se quiser um animal vegetariano, escolha um que seja por natureza.

Graziele Zahara disse...

Sobre o ítem 6 eu gostaria de expor um contraponto. Percebi que vários dos gatinhos da minha casa preferem recipientes estreitos do que os largos para beber água. Percebi que eles faziam até mesmo uma "fila" de espera. Logo, entre a fonte, os potes de água ou o copo de água eles optam pela fonte (mas bebem na parte mais estreita) e pelo copo de água. Mantenho todas as opções e troco a água (filtrada) com a mesma frequência, mas o copinho aumentou o consumo de água lá em casa.

Beatriz Levischi disse...

É um assunto controverso, xará e BewitchingCougar. Neste artigo, tem outro ponto de vista: http://www.anda.jor.br/25/01/2011/caes-sao-animais-carnivoros-ou-onivoros. A própria Sylvia, do Cachorro Verde, deu uma entrevista para a AnaMaria dizendo isso, ó: http://blog.gatoca.com.br/2013/07/meu-melhor-amigo-pode-ser-vegetariano.html.

A dica do pote grande é dos veterinários, Graziele. Claro que existem gatos com todo tipo de hábito esquisito. Mercv, por exemplo, ama coisas doces e a ciência jura que ele não sente o gosto: http://blog.gatoca.com.br/2016/04/gatos-nao-sentem-sabores-doces.html. rs

Marina Kater-Calabró disse...

e água de aquarela, pode?
hahahahahahahaha

Lea disse...

As crionças de casa gostam de bebedouros grandes e largos, tipo tigelona mesmo ou pote de sorvete, que é alto. Bebem na torneira do banheiro, a água do cachorro...enfim, bom lembrar que saches tb tem muito sal...prudência...

AliceGap disse...

Marina, os meus também gostam muito da água de aquarela. Quando tiro de perto, ficam acompanhando com o olhar e fazendo aquela cara "devolva a água é ninguém sairá ferido!!"
Gostam também da água do copo da minha sogra. Mas só do dela

Madame X disse...

Lá em casa o que fez a dupla de dois beber água pra valer foi a fonte.
Procurem Center Arts bebedouros pra cães e gatos, recomendo fortemente!!!

Esse negócio de água torneiral faz um mal tremendo, conheci um gatinho que pegou giárdia assim!!