.
.

21.2.11

Entrecorte

Olá, meninas...

Há alguns anos, adotei uma gatinha com vocês. O nome dela era Satie. Ela era especial em tantos aspectos, principalmente na aparência: por causa de um câncer de pele, ela não tinha as orelhas. Quando chegou aqui em casa, Satie era toda assustada e medrosa. Isso nunca mudou. Mas ela e meu pai desenvolveram um laço muito grande de carinho e amizade. Ele era o único que podia chegar perto dela. Uma vez, lembro-me que escrevi para o blog contando sobre ela. Hoje, porém, venho com a infeliz notícia de seu falecimento.

Para que todos saibam: ela sempre foi muito amada e querida, e sua partida vai deixar muitas saudades. Beijos a todas e OBRIGADA por terem me ajudado a encontrar uma amiga de TANTOS bons momentos.


Essa mensagem foi enviada pela Letícia para o Adote um Gatinho, mas eu quis dividir com vocês, porque Satie era um dos esqueletinhos da dona Lourdes, a velhinha maluca que me levou a descobrir a proteção animal em 2007 e a contrair uma dívida eterna de coração com o AUG.

Quando eu revi essa foto da branquela na casa nova, confesso que meu dia escureceu. Mas logo ouvi a Susan dizendo que é preciso focar nas vidas para as quais a gente fez a diferença e deixei a tristeza encontrar espaço na engrenagem que nos encoraja a continuar.

Apesar da existência relâmpago, Satie (junto com seus 31 amigos) me transformou em uma pessoa melhor. Espero que no céu dos bigodes ela tenha as orelhinhas de volta para ganhar muitos cafunés de São Francisco.

13 comentários:

Patrícia disse...

Tão linda...

O que será que aconteceu? :(

Anônimo disse...

Oi, eu sinto muito pela branquinha, tenho certeza que ela se foi sabendo que era muito querida.
Simone

Denise Telles disse...

"Espero que no céu dos bigodes ela tenha as orelhinhas de volta para ganhar muitos cafunés de São Francisco."
e as lágrimas escorreram...
beijo pra essa estrelinha branquinha no céu!

Amanda disse...

lindo.

teve a sorte de ser resgatada, e viveu cheia de carinhos, cuidados e dignidade seu restinho de vida.

lindo.

Cristina disse...

Olá!!!

Ela era tão linda...fico tão triste pois sei o sofrimento que é perder um serzinho desses!!!
Eu espero mesmo que tenha um céu para eles sim...e é com eles que eu quero ficar.
A tutuca esta aqui comigo e percebeu que fiquei triste...espero que a dona da Satie fique bem!!!
Bj

Marcia A. Amaral disse...

Bia passei por aqui pra te deixar um beijão e dizer que seu blog é show!

Bjokas
Marcia

Tata disse...

História triste, texto lindo e o coração de pudim derretendo...

Amandasakumoto disse...

Nossa que aperto!! E com certeza ganhará muitos cafunés! Força e boa sorte a dona da Satie!

Branquinha disse...

Oi tia! Me indicaram esse blog e adorei, só não vi o lugar para seguir o blog. Estarei eu já nos meus 3 anos ficando cega???
Purrr...purr...

Hilda disse...

Bia, precisamos aprender a aceitar a morte, por mais que uma parte de nós morra junto com quem amamos.
A morte nao é ruim, só é parte da jornada.
bjos,
Hilda

Beatriz Levischi disse...

Eu também não sei, Patrícia.

Branquinha, você precisa usar o Google Friend Connect: http://www.google.com/friendconnect.

Obrigada pelo carinho, Marcia. :)

Hilda, acho que eu faltei nessa aula. :\

Claudia Vertemati disse...

Acompanho o Gatoca desde antes deste episódio dos esqueletos da dona Lourdes,e é estranho ver um resgatado deste morrer, porque parede tão recente para mim. Imagino que ela deve ter tido uma vida muito melhor do que a que ela vivia.

lilasesazuis disse...

...bichinhos não morrem...apenas "encantam", depois de encantarem nossos dias...bj