.
.

20.11.20

Gato rebolante procura família com gingado!

Chico tem um molejo só dele — e cerca de uma década nas pistas! Já trocou de parceiro de dança duas vezes, mas ainda não encontrou seu pé-de-valsa. Ficou rebolante na chácara do vizinho da Mônica Campiteli, a dona do santuário sorocabano (SP) que visitei em janeiro.

E, mesmo sem que os exames identificassem lesão na coluna, passou a apresentar dificuldade de controlar as patas traseiras e o xixi, demandando cuidados que o tutor, com problemas mentais, não podia oferecer.


É supercarinhoso, ama colo e dá beijinho! Só que odeia alguns gatos da Mônica e chega a correr atrás deles feito atleta, o que o obriga a passar boa parte do tempo sozinho no gatil. Entre seus passatempos favoritos estão tomar sol no gramado, disputar a cama dos cachorros e caçar insetinhos.


Ele não pula, mas consegue escalar — sofá, cama de gente, alambrado. Reclama quando toma banho de bumbum para trocar a fralda, mas não morde nem arranha. Sim, dá mais trabalho do que um gatinho sem deficiência e precisa de uma família especial (contato@gatoca.com.br).

Mas retribui com este requebrado único:

Um comentário:

Anônimo disse...

Boa Sorte garoto!