.
.

14.3.17

Ensinamentos de uma criança para barbados

Iris estudou comigo há duas décadas, mas, por causa da bobeira adolescente, nós não chegamos a ser amigas. Cida castrou boa parte dos animais da comunidade em que rolou nosso mutirão e só recebe o salário de diarista. Na semana passada, por uma daquelas coincidências franciscanas, ambas resolveram me escrever.

A primeira querendo adotar gatinhos (um singular, na verdade, que virou plural por insistência) e a segunda querendo doar gatinhos (um plural que, por causa do abandono, fica cada vez mais plural). E lá fomos nós, domingão, amassar barro nas vielas do DER para buscar Harry Potter e Luke Skywalker.


Fotos assim tem aos montes aqui no blog. O que vocês nunca viram é esta listinha de nomes com letra de criança.


Ou um montinho de brinquedos favoritos para dividir com os novos amigos.


Eric, o filhote humano da Iris, nem completou 7 anos e já sabe a responsabilidade que envolve adotar um animal de estimação ― estou pensando seriamente em usar esta imagem para educar alguns adultos.


Para ampliar, cliquem na imagem

Quando juntar coragem de pegar os pequeninos no colo (nhó!), publico outro post. ♥

P.S. A visita à favela rendeu seção de fotos de 12 bichos, que protagonizarão a próxima campanha de adoção do Gatoca. Preparem-se para compartilhar!

9 comentários:

ETIENNY KELEN disse...

Que exemplo de humanidade❤❤❤

Tati disse...

Beatriz, iris e Eric apaixonantes!

Vanessa Marzani disse...

Eu e meus Botões disse...

Que criança responsavel!!! Parabéns aos pais pela primorosa educação, coisa rara nos dias atuais.

Maria disse...

Coisa linda de se ver...

Anônimo disse...

Essa pessoinha linda, com certeza vai fazer a diferença nesse mundo tão cruel com os animais.
Parabéns a ele e a mamãe

Aninha disse...

Parabéns a essa familia tão especial!
Temos mesmo que começar pelas crianças...

Anônimo disse...

Minha rotina é bem parecida com a do Eric. Só que os itens 4, 5 e 6 tem prioridade. Senão, nem banho nem café da manhã em paz. E não vou à escola, mas ao trabalho, rs.
Regina H

Mara disse...

Exemplo de familia!
Se os pais ensinarem compaixão aos filhos, o mundo será outro daqui a alguns anos.
Bora compartilhar e divulgar...