.
.

5.4.13

Bicho é tudo de bom!

Você duvida? A gente selecionou 10 motivos para te convencer. Que tal abrir um espacinho no seu coração para um animal abandonado?

1) Funciona como calmante
Interagir com cães ou gatos de estimação baixa os níveis de cortisol, hormônio do estresse, e estimula a liberação de endorfina e dopamina, neurotransmissores que aumentam a sensação de bem-estar. Pesquisas ainda comprovam que a presença de um peludo deixa as tarefas do dia a dia mais agradáveis, aliviando a pressão.

2) Turbina nossa capacidade de amar
Mulheres que adotam filhotes passam a produzir mais ocitocina, o hormônio do amor. É ele que enche as mamães de alegria quando dão à luz o bebê ou quando amamentam o pequenino. Talvez por isso casais com bichos briguem menos.

3) Ajuda a economizar nos remédios
Donos de bigodes e focinhos vão menos ao médico e, consecutivamente, precisam tomar menos remédios. Quando ficam doentes, os cachorreiros ainda saem do hospital antes. Reclamar menos de pequenos problemas de saúde e saber aproveitar a vida são outras vantagens.

4) Blinda o coração
A sensação de responsabilidade e companheirismo proporcionada pelos pets diminui o nervosismo e dilata os vasos sanguíneos, reduzindo a pressão sanguínea e o risco de ataque cardíaco em 30%. Quem tem um cão para chamar de seu também acaba se exercitando mais.

5) Afasta a depressão
Não existe solidão com um quadrúpede por perto. Suas gracinhas aumentam os níveis de serotonina em nosso organismo, ajudando a combater crises de depressão. Idosos em contato com cães e gatos abandonam o isolamento, tornando-se mais ativos e sociáveis.

6) Equivale à terapia
Na década de 1950, a psiquiatra alagoana Nise da Silveira já usava os bichanos em tratamentos terapêuticos. Em vez de lobotomia, eletrochoque e outras técnicas agressivas, ela apelava a eles para reverter casos de esquizofrenia, prática que lhe rendeu projeção internacional.

7) Multiplica as amizades
Alguém duvida que passear com um cachorro a tiracolo facilita aproximações? Segundo estudo inglês, pessoas que saem com seus cães fazem mais amizades ao longo do percurso do que as que caminham sozinhas.

8) Educa a molecada
No contato diário com um animal, as crianças aprendem a controlar impulsos, entre eles a agressividade. Ter um cão ou um gato ajuda a lidar com fatos da vida, como nascimento, reprodução e morte, além de reforçar a autoestima. Para os tímidos, os bichos ainda servem como veículo de comunicação. Até o rendimento escolar melhora!

9) Combate alergias
Meninos e meninas que crescem com um mascote apresentam 50% menos chances de desenvolver reações alérgicas a fungos e poeira, porque a exposição ao pólen e outros alérgenos que os bichos de estimação trazem nas patas fortalece o sistema imunológico.

10) Acaba com a insônia e ameniza dores
O ronrom dos bigodes altera o estado de alerta das ondas cerebrais, ajudando a gente a dormir. E sua frequência, entre 25 e 50 hertz, é a mesma utilizada na medicina esportiva para acelerar cicatrizações e recuperar lesões.

* Texto escrito para a revista Viva! Mais, da Editora Abril.

4 comentários:

Marilia disse...

ADOREI!

Lina Gatolina disse...

Este é o único estudo da medicina em que eu confio 100%...

Anônimo disse...

parece gente.

Beatriz Levischi disse...

:)