.
.

2.6.11

Sopa com bigode e sal

Convite de amiga para jantar é sempre recebido com sorriso no rosto. Mas quando, além de tomar uma sopa quentinha, você tem oportunidade de reencontrar um dos gatos que marcaram sua estreia atrapalhada na proteção animal, o sorriso fica trêmulo e logo vira lágrima. Brother, para mim, significa esperança, recomeço, final feliz.


Eu sempre soube que ele era o ex-queletinho mais sortudo da dona Lourdes. Mas vê-lo gorducho, de nariz rosado e barriga para o alto a espera de carinho, quatro anos depois, causou o mesmo efeito daquelas aparições de santo aos céticos. Enxugar gelo vale a pena. Os bigodes merecem. E alguns seres humanos, como a Denise, também.

8 comentários:

Anônimo disse...

Realmente, Bia, isso é o mais gratificante - e raro - que pode acontecer quando doamos um ser que cuidamos. Parabéns pra Denise e grande abraço pra você.

Louca dos Gatos disse...

meu predileto! hehehe qq dia roubo ele, mas fica tranquila que em casa tb será bem cuidado!

Amanda disse...

que linnnnndo no coooloooo

Repositório disse...

Own! Que doçura!

disse...

Bia, mesmo que você não fosse bacana o suficiente para que eu quisesse ser sua amiga eu teria que amar você. Você fez com que eu tenha o Bro em casa, simplesmente o gatinho mais lindo e fofo do universo. Se não fossem as marcas que ele carrega no corpinho roliço ninguém imaginaria que ele já levou uma vidinha sofrida. Estou escrevendo esse comentário com ele no meu colo. :)

Veri Gravina disse...

Eh isso ai, Bia! Todo bichinho vale a pena, algumas pessoas tambem! O Brother me arrancou umas tears! :)

O Impenetrável disse...

seu blog é uma fofura. amo gatos, eles são muito especiais e merecem sim um espaço so deles. parabéns!

Beatriz Levischi disse...

Eu só me segurei por medo da Denise, Lu.

Assim eu caso, Dê. S2

Bem-vindo ao Gatoca, senhor Impenetrável. E parabéns pelo blog!