.
.

9.8.10

7 chacoalhões

Atualizado em 10.08.10

Enquanto 192 milhões de brasileiros comemoravam o Dia dos Pais no conforto de seus lares, Patrícia e o Dr. Wilson Grassi batalhavam para evitar que mais bigodes passem fome e frio nas ruas da Baixada Santista. Diferente dos mutirões de castração anteriores, essa edição ocorreu na Unesp, com direito à chancela da prefeitura e um time de veterinários super gabaritado. Foi um domingo de emoções conflitantes para mim...

Melancolia ao descer a serra de madrugada.


Felicidade de ver o sorriso estampado no rosto das famílias que jamais conseguiriam pagar a cirurgia em uma clínica particular.


Perplexidade com as caixas de transporte improvisadas.


Revolta pela confissão da senhora que cortara os rabos de uma ninhada inteira na tábua de carne, porque não gostava deles longos.


Surpresa de constatar a organização (e o carinho) da equipe do Grassi.




Tristeza com a perda de dois irmãozinhos por choque anafilático.

Orgulho de participar da ciranda de mãos...


... responsável por tornar a vida de 24 peludos (incluindo um focinho!) um tico melhor.

15 comentários:

Jon Levischi disse...

Pessoas especiais como vocês fazem muita diferença na vida desses pequenos.
:o)

Gloria disse...

Lindo, só faltou a foto do focinho.
Tenho certeza que vc voltou de alma limpa! Bjs. Gloria

Anônimo disse...

que lindo Beatriz, saiba q os anjos sempre irão te guardar por esse ato d amor tão lindo, um bj no teu coração e obrigada .
Paula

Alice disse...

Castrei uma gata também com a equipe do Dr. Wilson Grassi. São pessoas engajadas na luta pelo bem estar animal. Nota 10!

Guiga disse...

E ninguém enfiou uma faca no rabo daquela senhora (com cara de louca), hein? Sério, eu não ia conseguir lidar com esse tipo de gente!
E que situação levar um bichinho pra castrar e sair com um cadaverzinho?!?! Isso é comum de acontecer???
Ai, acho que tô revoltada hoje... :S

Patrícia disse...

Guiga,

Não é comum. Pelo contrário, é muito raro que um gatinho tenha esse tipo de reação

Dois no mesmo dia é ainda mais difícil de aceitar mas compreensível por serem irmãos

Alergia não tem como prever.

Eles tiveram pronto atendimento e todos os procedimentos foram feitos para tentar reverter o quadro. Infelizmente os perdemos e ficamos todos muito sentidos por isso

Tenho plena confiança na equipe do e certeza de não houve falha

Todos que estavam lá viram o esforço deles para lidar com a situação e a desolação no rosto do dr Grassi

Mesmo assim, para que não pairem dúvidas sobre a situação, pedimos autorização à proprietária para realizar necrópsia

Anônimo disse...

É desolador as perdas, mas elas acontecem por + cuidado que se tome porque não se tem um histórico dos animais e, via de regra, são quase todos carentes. As vezes, nas campanhas, acho milagroso sairem vivos pelas condições em que se encontram.
Parabéns por ajudar + bigodes a terem melhor qualidade de vida.
Ana - Araça

Veronica Gregório disse...

Que lindo!!
Vias fotos no Mutirão de Castração!
Nossa, como o cabelo da Patricia tá comprido rsrs.
Parabéns!!

Rosane e Pandora disse...

Que lindo trabalho. Isso chama-se amor e dedicação. Parabéns!

Beatriz Levischi disse...

:)

A Patrícia tirou foto da cachorrinha, Gloria. Está no blog do mutirão: http://mutiraodecastracao.blogspot.com/2010/08/mutirao-de-castracao-com-o-dr-wilson.html.

Lá também tem a explicação da morte dos gatinhos, Guiga. A equipe do Dr. Wilson Grassi é realmente super profissional.

Repositório disse...

Vocês são sensacionais!
Emociono-me ao ver que existem seres assim!
Um beijo

Clarice disse...

Aplausos para todos!
Abração.

anna disse...

Tragam aquela velha doida pra cá que eu corto o rabo dela numa tábua de carne! Como pode fazer isso com um bichinho tão indefeso! Revoltada como a Guiga! rsrsrsr

Mas parabéns a todos, que transformam o mundo num mundo melhor, e fazem eu acreditar que o mundo não é só feito por doidos como aquela velha sem noção!

Veri Gravina disse...

Oi Bia,
Que lindo dia: para voces, familias e pros bichanos!
Acho que no caso dessa senhora que cortou os rabos dos gatos, o lance eh (tentar) levar com calma e explicar a ela que nao eh certo, etc, etc. Ja briguei com muita gente ignorante (pura falta de conhecimento) com palavras duras e raiva e nunca consegui passar a informacao. Por outro lado, quando eu ajo com a cabeca e explico com paciencia, acho que as pessoas escutam melhor. De qq forma, queria agradece-la por ser esse anjo ambulante e encher meu fds de alegria do outro lado do mundao de meu Dio! Luv, Veri

Beatriz Levischi disse...

Sabe qual é o problema, Veri? Toda a paciência que eu tenho com os bichos desaparece com as pessoas. rs