.
.

8.7.09

Reviravolta

No mundo animal também existem criaturas nascidas com o rabo virado para a lua. Algumas horas depois de a Camila me escrever pedindo ajuda para doar a Kiara, recebo o e-mail de uma das voluntárias do AUG procurando exatamente uma siamesa filhote, já que a gatinha da ONG pela qual a adotante havia se interessado não era muito sociável.


Telefonei para a Ana Paul, roteirista de cinema, no mesmo dia e prometi que entregaria a bigode castrada no fim da semana. Famílias de comercial de margarina que moram em apartamento telado, compram ração super premium e colecionam felinos idosos não devem ser desperdiçadas.

Eu não precisava ter me sentido um monstro tirando a peluda do abraço apertado da filhinha da minha prima, enquanto as lágrimas de incompreensão lhe ensopavam o pijama. Mas coração de pudim costuma sobrar com o problema até quando não tropeça nele. Como recompensa pelo trauma, deixei então a coitada passar o pós-operatório no meu colo.


No sábado de manhã, a caminho de Pinheiros, ela devia estar se perguntando o que fizera para ser jogada como um saco de batatas de um lado para o outro. Alguns infernos parecem mesmo sem fim. Mal sabia a sortuda que na casa nova viraria Aimée, "amada" em francês ― e que a epopéia me renderia um par de meias de lã amarelas, tricotadas especialmente pela dona Regina. :)

11 comentários:

Jon Levischi disse...

Quem é especial sempre tem o que merece...
Vale para a gatinha e para a "senhorita Gotoca".
:o)

Rose disse...

Que gata linda, igual minha Agatha. Só que a Agatha não é sociável, pelo contrário, é uma jaguatirica, hehe. Acho tua família felina linda demais.
Bjs

Lilá(s) disse...

Que gatinha linda! adoro estes companheiros de quatro patas.~
bjs

Maira disse...

Que bom, mais um final feliz...
Bja.

Renata Prado disse...

Gente, que coisa linda!!! Que ótimo final feliz!! Muita luz pra você e pros seus bigodes!! =D

disse...

ai, que linda!!! :)

espero que seja mto feliz!

vida cotidiana disse...

Muito legal, energia positiva atrai coisas boas, parabéns por proporcionar amor a esses gatinhos, bjs

Guiga disse...

É o que eu sempre digo: assim como as pessoas, alguns animais tem sorte, outros não. Essa daí se deu! :D
E adorei o nome!

Maria Thereza disse...

Beatriz parabéns por mais essa boa ação, a Gatinha mereceu. Beijos Thereza e Bigodes

Ana Paul disse...

Adorei o post, Bia.
A Aimée tá ótima! Eu, minha mãe, a Frida e o Ivan não sabemos como agradecer toda essa alegria que você nos trouxe! Certamente ela está numa casa de pessoas que se importam com gatos há muito tempo, pena que nem todos os gatos têm esse mesmo destino. Porisso que seu trabalho de voluntária é tão necessário.
beijos!
Ana

Beatriz Levischi disse...

Ana, meu trabalho de voluntária não adiantaria nada sem famílias de comercial de margarina como a sua - e um dedinho de São Francisco de Assis para nos colocar em contato. ;)