.
.

2.1.09

Um pedaço de mim agora vive em Curitiba

Miharu se apaixonou pelo Marley desde que eu publiquei a história do seu resgate aqui no blog. Mas preferiu deixar a adoção para alguém que já não tivesse 12 bigodes, 11 focinhos e cinco carpas. Eu também me apaixonei pelo terreno de 3 mil metros quadrados das fotografias, mas achei melhor esperar por um candidato que não morasse tão longe. Acontece que o tempo passou e ninguém se interessou pelo nosso querido-cão-demônio.

Com a jornada dupla de trabalho, o abandono da Pandora, a suspeita de pneumonia e a batida do Escortinho, a vida ficou pesada demais em Gatoca. Marley quase não passeava, os gatos acabaram totalmente negligenciados. Foi quando Miharu e eu decidimos arriscar o "intercâmbio cultural". Dia 26 de dezembro, Rose (Cachorreira Militante, Louca por Gatos) saiu de Sorocaba com o chiqueirinho do Zafira preparado e, às 9h, nós caímos na estrada.

Mesmo entupido de Acepran, o aloprado tentou enterrar o osso ganho de presente no porta-malas, perseguiu os cachorros do restaurante em Registro, brigou com todos os ônibus do percurso. Nossa despedida, aliás, iniciou-se na noite de Natal. Por causa dos fogos de artifício, Mariana e eu passamos uma hora trancadas com a criatura dentro do carro, o rádio ligado, as orelhas cheias de algodão. Bastava uma parar de chorar para que a outra recomeçasse.

Tirar o figura de casa mostrou-se tarefa bem mais difícil do que encarar as seis horas de viagem. Na mansão de Santa Felicidade, ele correu e latiu tanto, que fez cansar dois rottweilers. Ainda roubou um osso esquecido pela turma no jardim. Miharu instalou suas quinquilharias bernardenses no casebre da horta, com direito à sofá e cobertor. Na primeira bronca, porém, o ingrato quase lhe arrancou o dedo, mostrando a qualidade da educação que recebera na terra das batatas.

A madrugada atingiu o clímax dos filmes de terror, graças aos uivos compridos que insistiam em testar meu desapego. Sábado, o sem noção conseguiu fugir para a área dos akitas, um casal de ursos que fica separado dos demais cães pelo histórico de rinha. Não imagino de onde arrumei coragem para apartá-los antes que o sangue tomasse as paredes. Arrisco até a dizer que o macho de modestos 60 quilos curtiu a idéia de ter um companheiro de aventuras.

Domingo, foi dia de trocar cafunés, brincar com a corda-esfregão e o humano de pelúcia, marchar no pote de água. A adaptação superara as expectativas. Eis que a segunda-feira amanheceu nublada como o meu coração. E Merlin (rebatizado por motivos óbvios) resolveu jogar todos os seus pertences no gramado, em protesto à minha partida. Andava de um lado para o outro inquieto, só queria saber de morder. Machucou meu braço feio, tentando prender minha blusa junto com a camiseta do Harry Potter, lembrança dos nossos cinco meses de convivência.

Expliquei, entre soluços, que ele havia se mudado para ser mais feliz, ter amigos peludos e um espaço arborizado à altura de suas peripécias. Claro que sentiremos falta do focinho grudado na janela pedindo biscoito, da empolgação ao passear de carro, da recepção animada no portão, das contorções desajeitadas para caber no colo, das cavalgadas no estacionamento da faculdade de direito, do olhar canino mais doce do universo.

Ainda me pego evitando fazer barulho de manhã para não acordá-lo, pensando no melhor momento de levá-lo ao parque, separando saquinhos plásticos para recolher os cocôs, vestindo roupa velha na hora de atender a campainha.

Mas Marley não é mais o "cachorro da garagem".

Para ampliar, cliquem na imagem

28 comentários:

petuniaemarcia disse...

Buáaaaaaaaaaaaaaaaaaaa....
Ai Beatriz...que dóooooooooooo.
Mas...foi a melhor coisa que vc fez...quem ama liberta.
Ele vai ser feliz...ter amigos, espaco,carinho e atencao.
Os bigodes terão tb seus espacos que foram perdidos pela sua acolhida do Marley...
Mas o coracao...ah, esse musculo que parece que pensa e vive indiferente a razão...esse continua doendo,né?
Como o amor tudo vence...essa dor agora que vc sente vai passar...
E terá a oportunidade de saber sobre ele...
Bjim
Com o coracao feliz mas apeeeertado
Marcia e Petunia

Carolina disse...

Beatriz, é claro que chorei (já sabia que isso iria acontecer, mas estava vindo aqui várias veze por dia para saber os detalhes da história).

Ele vai ser muito feliz lá, fique tranquila. Sempre que puder dê noticias dele para nós, que viramos fans do Marley.

Beijo enorme e feliz ano novo!

Tânia (Marienkäfer Laden) disse...

Nossa, quanto espaço ele tem agora e quantos amigos! Seu carinho e cuidados com esse furacão foi exemplar! Não imagino que essa tarefa fosse pra qualquer pessoa, isso é pra poucos, tanta garra, luta e amor. Parabéns e que sejam todos felizes!

Luciana disse...

meu negócio é bigodes... mas não pude deixar de me emocionar com tudo isso... mas uma emoção feliz, com certeza ele será muuito feliz!!!
Grande beijo no seu coração.
Feliz 2009!!!

Luciana Carneiro disse...

Bia,

Chorei até não mais poder, molhei até a janta.. rsrsrsrs


Continuamos na luta pela Pan, vc vai ver que tudo vai dar certo!

Beijocas

Eu por mim mesma! disse...

Ele será bem feliz! E eternamente grato por todo carinho e respeito que você dedicou a vida dele! Parabéns!

Kell disse...

Aiiiii... nem conheço o Marley mas já estou com saudade dele.
Peça pra que mandem notícias sempre!
Beijos!

Anônimo disse...

Olhar de animal querido, protegido e amado, em sua casa definitiva, é especial. O olhar do Marley já está diferente nessas fotos. Dá para ver até os planos das estripulias que ele pretende fazer.
Fica tranquila, vai dar tudo certo.

bjs,
TH

disse...

deve ter sido mto difícil deixar o marley lá, por mais maluco que isso pareça. ele parece ser apaixonante!
que seja mto feliz na sua casa nova! :)
parabéns pela doação!

Bella disse...

Bia, deve ter sido duro... mesmo com toda a aprontação, a gente se apega, né? mas ele vai ficar bem... e daqui um ano ou dois, se vc puder visitá-lo, verá como ele vai te receber como se vc tivesse partido ontem... 2009 começou bem, com o Marçey de casa nova e os bigodes recuperando a casa! Espero que ele seja muito feliz com sua nova família - que teve chance de conhecer graças ao seu coração de pudim - e que os seus bigodes e vc tenham um 2009 cheio de coisas boas! beijinho!

Anônimo disse...

Beatriz que bom que o Marley enontrou uma família de focinhos para ele brincar, correr etc. Ele vai ser muito feliz. Beijos e breve retorno com as histórias dos bigodes. Thereza, Maurício e Menininho.

Lelê disse...

Bia, quase morri desidratada. Favor colocar um aviso antes de posts assim. Algo como "fortes emoções", ou "não recomendável para cardíacos e manteigas derretidas". Ou ainda "leitura não recomendável para festas de fim de ano", porque nosso coração sempre fica apertadinho nessa época, né? Tenho muito orgulho em ser sua amiga. Um beijo enorme.

Silvana disse...

Bia, que felicidade ele encontrar uma família dessas! Com a energia que ele tem precisa de muito espaço. Que a Pandorinha encontre seu lar rapidinho também porque eu estou com saudades dos bichanos, em especial Mercvrivs e Simba!!!
Um beijão,
Silvana

Fabiana - Mopi Bichos disse...

A parte mais difícil de resgatar um animal é dizer adeus quando ele é adotado. Mas alguns momentos de tristeza são compensados pela sensação de trabalho bem-feito e cumprido quando vimos o bichinho saudável, feliz, amado e cuidado. Aí sim entendemos o que é ser um protetor... dar lar temporário e finalmente encontrar o lar ideal para aquele gato ou cachorro... E isso compensa as lágrimas. Parabéns, Bia, e parabéns à nova família do Marley.

Carol (hotmiau) disse...

Bia, não tem como não se emocionar! Mas com certeza foi o melhor a ser feito! Nosso cão-problema agora tem o lar que merece, com muito espaço para se esgotar, muita coisa para destruir e muitos cachorros para armar o barraco! Ele será eternamente grato por toda a sua dedicação.
Quer ir no cinema???
Agora só falta encontrar um lar para a Pandora!
Beijão, e mais uma vez, parabéns pelo coração de ouro!

Leila disse...

Bia, você e seus amigos são tudo de bom. Eu jamais teria forças para fazer tudo isso!
Olha que espaço lindo que o Marley tem agora! Ele vai ter saudade de você, mas vai ser muito feliz na casa nova!
beijos do fundo do coração, Leila, Ozzy e Bebel

Vivi e Mozart disse...

Bia
Chorei novamente aqui... tá virando rotina!!!
Ficamos contentes com a nova casa do Marley e desejamos de coração um ótimo 2009 para toda a galera do Gatoca!
Bjs e lambidas,
Vivi e Mozart

Erika disse...

Estou superfeliz com tudo isso. A resolução de mais um caso daqui, mas...
Mas não me agüentei mesmo. Você relata com uma percepção que é impossível não sentir a emoção!
Chorando muito...
Beijinhos em seu coração e precisando é só falar.

Claudia disse...

Bia,

ficou feliz ao ver a nova vida que o Marley vai levar, tenho certeza que ele foi muito importante pra vc assim como vc foi muito importante na vida dele.

Ana Paula disse...

Bia, levanta a cabeça, dá uma suspirada e segue em frente. Que Deus te dê força e condições de ajudar outros abandonados feito o Marley.


beijo, Ana Paula

Aline Silpe disse...

:´)
2009 não podia ter começado melhor! Bjs

Juliana SJC disse...

Buáááááááá!!!!!!!!!!
Choreeeeeeeeeeiiiiiii
Mas Beatriz, pense pelo lado bom...Lá ele pode descarregar toda a energia, e, tb, a adoção dele veio num bom momento, pois agora vc pode concentrar suas forças pra ajudar a Pandora...=)
Fiquei muito feliz em saber que o fofo foi adotado, e agora seguiremos na divulgação da preta linda...
Beijos, que Deus te abençoe sempre!

Mundo Miau disse...

Que legal Bia, estou muito feliz com esse post e espero que 2009 chegue brilhando pra você!

Meg

Juliana disse...

Parabéns por mais uma realização das organizações Gatoca! Se ele pudesse escolher, acho que seria essa mesma a casa preferida. Você é danada, mulher!
Beijo grande,
Juliana.

Guiga disse...

Bia, pelo visto tu tens o dom de fazer teus "blogspectadores" chorarem até desidratar!
Nem acredito que essa história teve esse final mega feliz!!! Marley, ops...Merlin!, vai finalmente gastar TODA sua energia!
O pior é que a gente sente falta dessas pragas!
Ele não poderia estar num lugar melhor!!!!!!!
Parabéns por toda a luta!
Beijo e um 2009 maravilhoso!

Japa Girl disse...

Que lindo! Triste a separação, é verdade, mas ele terá um lar adequado e será muito feliz lá.
Beijo!

Marisa Muros disse...

Entrei aqui por acaso e fiquei a madrugada toda ( de 2 e pouco até 5:22,)lendo a "saga" do Marley, hoje Merlin...Continua tudo bem com ele no novo lar? Tomara que sim! Sou apaixonada por bichos, gostaria que todos vivessem felizes e em paz, tenho resistência apenas a baratas, mas mesmo assim , não tenho coragem de matá-las...
Já recolhi 2 cachorros que foram devidamente tratados e adotados, pena que não tenha espaço para mante-los comigo...Ajudo com $ para o que for necessário ( como a maedecachorro na ajuda aos bichinhos vítimas das enchentes em Sta. Catarina, )é um pouquinho mas juntando com outros doadores, sempre ajuda. Gostei demais dos seus escritos, parabéns pela dedicação e carinho que vc. devota à bicharada!

Beatriz Levischi disse...

:)

Acho que eu nunca mais vou poder assistir "Marley & Eu", Carol. rs

O figura está ótimo, Marisa! Recebo notícias dele toda a semana. Em breve, aliás, as cartinhas da Miharu serão publicadas aqui no blog.