.
.

26.2.08

Chegou a vez da Umaga!

Logo que adentrou o recinto, Umaga (a ex-queletinha* que estava com a Marina Kater-Calabró temporariamente) descobriu um guarda-roupa no cantinho do quarto, escalou as prateleiras sem fazer bagunça e dormiu sobre o paninho que Thais havia previamente ajeitado para essa função. Parece que até ensaiou umas brincadeiras e, timidamente, deixou-se acariciar. Quando se sentir mais à vontade com o lugar, será apresentada à Lua, sua irmã canina (e, se os gênios não baterem, saberá para onde correr - rs). Abaixo, a cartinha que me emocionou:

Boa noite, Beatriz.

"Obrigada" é a melhor forma de começar este e-mail. Obrigada pelo anjinho doce e meigo que você salvou.

Domingo, busquei a Umaga, que agora está em sua nova casa, cheia de carinho e se adaptando muito bem. Marina me contou que foi você quem a levou até a Susan, do Adote um Gatinho, uma ONG fantástica, que faz um trabalho lindo.

Quero que você saiba que essa gatinha terá sempre um lar, até que vá para o céu dos gatinhos (num dia muito distante).

Ela é muito amada, um verdadeiro anjinho que eu tive a sorte de receber em minha vida.

Obrigada!

Thais Rioto


9 comentários:

Anônimo disse...

Que cada gato nesse mundo (e todos seres necessitados em geral) tenha a sorte de encontrar um colo e um coração incríveis como esses! Viva a Thais!!!
Bj,
Juliana.

Anônimo disse...

Há uma luz no fim do túnel... eu acho. Bjus, Lucy.

Felina Família disse...

Que felicidade!
Que ela se adapte muito bem à casa nova e seja muito feliz!
Beijos!

Louca dos Gatos disse...

ai que sorte para a umaga lindona!!! muitos parabéns para a nova mamãe dela que não teve preconceitos e agora vai desfrutar do amor dela =)

Ana Paula disse...

É muito bom ouvir (após uma cansativa tarde de audiências) que mais um esqueletinho tem um novo e aconchegante lar.
Quantas ainda restam, que eu já perdi as contas?

abraço, ana

.mercvrivs. disse...

parabéns, umaga...

agora vou ver se arranjo um lar para o perninha. =(

Beatriz Levischi disse...

Restam quatro esqueletinhos com a dona Lourdes, Ana. Nesse post (constantemente atualizado) você encontra todos os números sobre o caso: http://gatoca.blogspot.com/2007/12/tudo-o-que-voc-sempre-quis-saber-sobre.html

Divs, comecemos dando um nome decente ao gatinho, né?!

MOK-C disse...

hoje à noite, no meio de um sonho, Umaga veio me visitar.

esfregou-se em mim, deu uma daquelas cabeçadinhas afetuosas, recebeu meus carinhos e sumiu.

voltando da casa da Thaís, no dia em que deixei a Umaga com ela, pensei "será que a Umaga está pensando 'por que a Marina me abandonou?'."

talvez ela tenha vindo me visitar para dizer que não, e que está agradecida pelos meses de cuidados que passou aqui em casa e pela oportunidade de ir para uma casa onde ela seria a preferida.

deixou saudades!

Beatriz Levischi disse...

Marina, já que tocou no assunto, eu posso confessar: achei que você ia acabar desistindo de doar a Umaga. O que te fez apertar o coração e seguir em frente? Eu, definitivamente, não tenho o desprendimento necessário para oferecer lar temporário. Meus dez bigodes que o digam. rs