.
.

16.5.08

Golpe da Barriga - parte 5

Abre parêntese: essa novelinha é da Guda, cujas filhotas estão quase completando um ano de vida, gente! Não tem ninhada nova vindo por aí, graças a São Francisco de Assis! Achei melhor explicar também que troquei o título dos posts, atendendo a pedidos, para que as Gudinhas ganhem uma série exclusiva. Fecha parêntese.

Não se mexe com quem está quieto

Depois de invadir a favelinha três vezes com a espada em punho, Clara Luz levou uma surra da Chocolate Tamanho Família! Na primeira investida, a obsessiva entrou pela lavanderia quando eu abri um milímetro da porta para jogar o guardanapo no lixo. Na segunda, pulou o vitrô do banheiro, que alguém esquecera aberto. E na última, aproveitou a micro-fresta da janela do próprio quartinho, alargando o buraco obstinadamente com a cabeça. Não preciso dizer que o incidente a deixara toda dengosa, né?!

Arrumação para a maternidade

Quando voltamos do almoço de Dia das Mães na casa do Eduardo, a barriguda estava tão branquinha e macia, que parecia ter ficado de molho no Comfort. Pelo jeito, os preparativos para o grande dia haviam começado! Na hora de dormir, inclusive, ela passou um tempão no meu armário, procurando um cantinho para se acomodar. Desconhecendo as necessidades de grávida (e tendo constatado que banheiro e potes de comida jamais caberiam junto com os sapatos), porém, levei-a de volta ao quartinho.

*continua*

ANTES


DEPOIS


Capítulo anterior: Golpe da Barriga - parte 4

8 comentários:

Anônimo disse...

Adoro sua historias... Já ganhou uma Fã..
Josi

Nessita! disse...

essa gatinha é a coisa mais linda! Que fofura! e parece já estar se sentindo em casa, né? :D

bjus para os bigodes!

Ana Paula disse...

Eu acho que ela ficou prenha só para ser adotada por ti. Legítimo golpe da barriga. :)

beijo, Ana

.mercvrivs. disse...

tadinha da guda... ainda dando de mamar!

Anônimo disse...

Se o Mercv não fosse castrado poderia até suspeitar que ele tinha feito mal pra Guda... Daí ela ter batido na sua porta pra pedir socorro... Brincadeirinha! É que a novelinha tá tão gostosa de se ler que a gente "viaja" na história! Celina.

Felina Família disse...

Nossa, que transformação!
O que não faz casa-comida-e carinho pra um focinho carente!
Ela é linda, ainda mais barriguda desse jeito! Como resistir? :)

Anônimo disse...

Ainda dando de mamar???
Como assim????
Beijo,
Ju.

Beatriz Levischi disse...

Pois é, Ju. As Gudinhas ainda mamam, sem o menor pudor.