.
.

17.1.12

Chega de crueldade animal!

Você também sente vontade de fazer justiça com as próprias mãos quando vê gente que espancou, enterrou vivo, arrastou na estrada e assassinou centenas de animais indefesos ficar impune? Então transforme essa revolta em ação! Violência se paga com penalização correta e efetiva.

Nós, protetores independentes, voluntários de ONGs e amantes de cães, gatos, lagartixas e hipopótamos, podemos mudar a lei! A mobilização nacional ocorrerá no próximo domingo, dia 22. Eu estarei na Av. Paulista, em frente ao Masp, às 10h. Estrangeiros, confiram a relação das outras 139 cidades participantes no site da organização.

Todo bichinho merece dormir em paz.

12 comentários:

Larissa Veloso disse...

Eu vou!
Mas devo bater ponto lá em Pouso Alegre, em Minas Gerais. =)

Nathifa disse...

Aqui na minha cidade não tem, mas estamos nos organizando para participar também.

Repositório disse...

Todo mundo unido!!!!!

Lorena Rocco disse...

Oi, Bia! Tudo bem?
Vou fazer de tudo para ir, mas ainda não tenho certeza, ainda me programando. ;)

Estou preparando um post pro Mil Alices com histórias felizes sobre animais... Se você tiver disponibilidade de participar e nos enviar uma foto e um depoimento - 500 caracteres, média - eu ficaria imensamente feliz. Já que o Gatoca traz tantas historias lindas!

Vale qualquer animale historia que vc queira compartilhar. Fará parte de um texto para campanha contra maus tratos animais.

Beijo*
Infomações: facebook.com/milalices

Isabelle Dresch disse...

Estarei presnte no evento, em Curitiba!

Anônimo disse...

Vou pra SP e espero poder lhe dar um abraço pessoalmente.
Ana Maria
Araçariguama, SP

alessandra disse...

Nós em CascavelPr estaremos com um mural de animais achados e perdidos divulgado no facebook. Alessandra

Flavia disse...

Já convoquei o marido!
Flavia

Flavia disse...

Fomos aqui em Floripa!
Flavia

Beatriz Levischi disse...

Foi emocionante, né? 170 cidades participantes! :)

Pena que nunca dá para conversar com todo mundo...

Lorena, você pegou minha resposta no Twitter?

Eduardo Beilner disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Beatriz Levischi disse...

Mas a ideia é justamente reverter esse cenário, Eduardo. Ações individuais não têm alcance nacional...