.
.

29.6.11

Quarto quase-aniversário do Gatoca

Sim, essa é a data de criação do layout do blog. Mas ela me faz lembrar de planejar a festinha de agosto, quando o primeiro post finalmente foi ao ar. Gatoca está de ponta-cabeça com a cobertura dupla de férias na Abril (AnaMaria-Veja), mas há de sobrar um tempinho para comemorar - senão, a vida fica muito chata, né? Aguardem! ;)

Veja também:
:: Slide show de 1 ano*
:: Festinha de 2008
:: Festinha de 2009
:: Festinha de 2010

*Aumente o som! E, se quiser que a música fique sincronizada, só assista da segunda vez. rs

27.6.11

Poder de aproximar corações

Vocês repararam que não existem inimigos no inverno?

23.6.11

Tendências bizarras - junho

Para fazer sucesso de nariz sujo é preciso ter estilo. Chocolate sabe bem disso.


Outras tendências bizarras:
:: Bobe no ouvido
:: Orelhas assimetricamente serrilhadas
:: Cavanhaque feminino

20.6.11

Vida longa com a ração certa

Não basta ser saborosa, a alimentação do seu animal de estimação precisa estar adequada à fase da vida e as condições de saúde dele

Na correria do dia a dia, poucas pessoas têm condições de preparar uma refeição caseira balanceada para seu bichinho. Sem os nutrientes necessários ao bom funcionamento do organismo, a saúde dele acaba prejudicada e a família é obrigada a se despedir do amigo antes do que gostaria.

Ainda bem que inventaram a ração! Elaborada por veterinários nutricionistas, ela facilita nossa vida e prolonga a dos peludos. Só não adianta comprar marcas muito baratas, porque o excesso de sal provoca problemas urinários e o corante prejudica a absorção dos nutrientes, além de gerar um volume maior de fezes.

Isso não quer dizer que você precisa deixar o salário no pet shop. Há opções premium de excelente qualidade no mercado e que cabem nos bolsos mais apertados. Faça uma pesquisa. Antes de sair de casa, aliás, confira qual é a ração certa para o seu bicho. E pode começar a comemorar a economia no veterinário!

Alerta! Exceto a ração, evite oferecer a seu pet alimentos industrializados, porque eles podem ser tóxicos – chocolate, por exemplo, mata!

:: Mamães
Durante a gestação e o período de lactação, as fêmeas precisam de mais energia e proteínas, além de terem a capacidade do estômago reduzida. Para não aumentar o tamanho das porções, o ideal é alimentá-las com ração para filhote, mais calórica e com maior concentração de gordura, cálcio e outros minerais.

:: Filhotes
Até os 45 dias de vida, o leite materno dá conta do recado. Após esse período, a ração específica se mostra mais adequada, pois reforça a imunidade dos pequenos e fornece nutrientes suficientes para o bom desenvolvimento dos ossos e da musculatura. Para facilitar a transição, vale umedecer os grãos em água morna.

:: Bebês órfãos
Crias sem mãe podem ser nutridas com um substituto do leite materno, comprado em pet shop ou preparado em casa mesmo – o leite de vaca é muito fraco para os pititicos.

:: Adultos
Gatos e cães de pequeno e médio porte atingem a idade adulta com 1 ano. Já os cachorros de grande porte só se tornam adultos aos 16 meses. Nessa fase, a ração fica mais light, porque o peso do animal deve ser controlado, e leva em conta características como raça, porte, idade e nível de atividade física.

:: Idosos
Cachorrões são considerados maduros aos 7 anos, cãozinhos aos 10 anos e bichanos entre os 7 e os 12 anos. Como os totós tendem a engordar por causa da redução de exercícios, a ração deles tem poucas calorias. Já com os gatos ocorre o inverso, sendo recomendada uma alimentação com níveis elevados de gordura. Vovôs dos dois grupos precisam de ingredientes que fortaleçam a imunidade, retardem o envelhecimento, previnam alterações articulares e deem uma força ao intestino, que se torna igualmente preguiçoso pela falta de movimentação.

:: Obesos
Um bicho é obeso quando seu peso está 20% (ou mais) acima do ideal. Como o excesso de pneuzinhos provoca outras doenças, inclusive câncer, a dieta dos gorduchos deve conter menos gorduras e calorias. Já as fibras aumentam, para garantir a saciedade. E a prática de atividades físicas se torna mais importante do que nunca, por motivos óbvios.

:: Doentes do trato urinário
Gatos e cães de pequeno porte têm predisposição à formação de cálculos urinários. Para evitar o problema, a acidez da urina é controlada com proteínas de alta qualidade e composição adequada de minerais. Vale a pena incentivar também o consumo de líquidos, mantendo a água do pote sempre fresca.

FONTES: Keila Regina de Godoy, veterinária da PremieR Pet, e Fernanda Marquez e Luciana de Oliveira, veterinárias da Royal Canin


* Texto escrito para a revista AnaMaria, da Editora Abril.

16.6.11

Mulheres no comando

Inspirem-se! ;)

13.6.11

Especial Dia dos Namorados 2011

Vocês não trocaram beijos...


...apertos...


...e cafunés suficientes ontem?


Então, sintam-se lambidos por nós.


Outros especiais: 2009 | 2008

8.6.11

TOC

O senso comum e Hollywood pregam que transtorno obsessivo-compulsivo é coisa de gente maluca. Pois, sempre que eu chacoalho a caixa de areia, Jake refaz o castelinho em cima do xixi. 50 vezes se necessário. Vocês acham que ele tem cara de tantã?

5.6.11

Lei furada

Dois gatos ocupam o mesmo lugar no espaço ao mesmo tempo, sim! E a prova de que Newton não entendia nada de felinos é a foto desses marmanjos dividindo um colo de menos de 50 kg.

2.6.11

Sopa com bigode e sal

Convite de amiga para jantar é sempre recebido com sorriso no rosto. Mas quando, além de tomar uma sopa quentinha, você tem oportunidade de reencontrar um dos gatos que marcaram sua estreia atrapalhada na proteção animal, o sorriso fica trêmulo e logo vira lágrima. Brother, para mim, significa esperança, recomeço, final feliz.


Eu sempre soube que ele era o ex-queletinho mais sortudo da dona Lourdes. Mas vê-lo gorducho, de nariz rosado e barriga para o alto a espera de carinho, quatro anos depois, causou o mesmo efeito daquelas aparições de santo aos céticos. Enxugar gelo vale a pena. Os bigodes merecem. E alguns seres humanos, como a Denise, também.