.
.

15.10.10

Manual da caça

Engana-se quem acha que qualquer inseto diverte um bigode. A primeira regra é que ele tem que voar. Traças, portanto, acabam totalmente desprezadas no universo felino.

Já a segunda regra estipula que a criatura esteja em movimento na hora do bote. Comer bichinho que tenta recuperar o fôlego aparenta covardia e pega mal. Com olhar fixo no ponto preto e ar forjado de descompromisso, o peludo deve esperar a retomada da fuga.

De acordo com a terceira regra, porém, se o folgado alado resolver aproveitar-se da integridade do gato, demorando para se mexer, um empurrãozinho torna-se permitido.

14 comentários:

Lúu Novaski disse...

Meu Vitinho faz uns barulhos MUITO engraçados qnd está pra atacar alguma mosquinha rsrs os seus não fazem?? São uns miados meio tremidos, não sei explicar, só sei que é extremamente engraçado rsrs

Ps. Blog Gatoca deveria ser atualizado todo dia, tenho tido abstinencia dos textos rs

Li disse...

Que foto mais fofa! E pior que é bem assim mesmo.

Marina disse...

Lu, minha gata Micolina faz os mesmos sons bizarros! eu e meu marido choramos de rir quando ela está "encantando" a mosca!
mas, Bia, a Micolina se aproveita dos momentos confusos em que a mosca acha que vidro da janela é transponível e ataca! o modus operandi dela é primeiro encantar a mosca com os sons esquisitos, depois segui-la até a janela e, por fim, atacá-la quando ela está querendo passar pelo vidro!

Juliana Valentini disse...

Muito bom, Bia, é assim mesmo! Esse manual deve vir anexado à sequência básica do DNA que define um gato, porque aqui também acontece tudo igualzinho, quiném aí!
Beijo,
Ju.

Jannine Dias disse...

O Raj não perdoa nem as formigas! Ataca mesmo e sem piedade, faz os sonzinhos engraçados também porque será que eles fazem isso né?
A Clara tá linda na foto :)

Veri Gravina disse...

Esse texto definiu EXATAMENTE o grande ato! O olhar de descompromisso, seguido de uma auto-lambida como quem nao quer nada e de um empurraozinho sao batata! E as minhas tentativas de salvar o bichinho sempre em vao...

Amanda disse...

É Bí, faltou mencionar o "kkk" que eles pronunciam para anunciar a presença inimiga...rsrsr...

Daniela Tórgo disse...

Os meus paracem ficar hipnotizados!!!

Anônimo disse...

Bia socorro! Percebí que meu gatinho tá com um pouco de dor de barriga e tem um pouquinho de sangue junto com o coco dele q q pode ser? Tô desesperada
Tata

Alice disse...

O pior é quando o inseto se julga mais esperto que o felino e fica dando voltas, enquanto o treme-boca-miado derruba a casa inteira na perseguição. kkkk
bjs
Alice

Beatriz Levischi disse...

Os bigodes aqui de casa só tremem a boca quando vêem passarinhos. Insetos não merecem tanta consideração.

Lúu, se você soubesse o esforço que eu faço para conseguir atualizar o Gatoca a cada três dias... rs

Sangue no cocô pode indicar desde giárdia até câncer de intestino, Tata. É melhor levar o gatinho ao veterinário – ele provavelmente pedirá um exame de fezes.

Aline Silpe disse...

correção quanto ao tipo de caça: os meus adoram caçar lagartixas e calangos também! =)

Moy disse...

A minha Nina faz exatamente isso tudo! É um frenesi só.
O engraçado é ela "estudando" as formigas. Super concentrada e, de vez em quando, dando uma patada sutil de incentivo pra formiga correr.
Sabe-se lá o que tá se passando por aquela cabecinha naquele momento ...

Bjão e parabe´sn pelo excelente blog. Descobri por acaso, pesquisando sobre giárdia.

Moy

Beatriz Levischi disse...

Seja bem-vinda ao Gatoca, Moy! O que você queria saber sobre giárdia?