.
.

16.3.17

Gatos e HQs unidos para salvar o próprio mundo

Os personagens deste post têm o superpoder de fazer rir nos dias em que tudo dá errado, esquentar colos no inverno (e no verão também), encher a casa de bagunça amor. Mas, em vez de morar nas livrarias com cheiro de papel novo, amontoam-se em um barraco de favela em São Bernardo (SP). Quem topa ajudar a Cida, diarista que os resgatou, a combater o crime do abandono?

É só escrever para bialevischi@yahoo.com.br ou compartilhar as fotos tiradas no último domingo, quando os primeiros super-heróis conquistaram sua família ― sim, há uma cachorrinha-bônus na lista. :)

Tempestade, 3 meses
Jogada no lixo com dois dias de vida, perdeu os quatro irmãozinhos, mas não desistiu do ser humano ― ama colo.


Wolverine, 1 ano
Carinhoso e brincalhão, foi desovado nas vielas da comunidade pela filha quando a mãe entrou em coma.


Batgirl, 1 ano
Irmã do Wolverine (licença poética), precisa ser conquistada porque sente falta da tutora.


Viúva Negra, 9 meses
Encontrada quase morta em uma das intermináveis obras da cidade, adora um cafuné.


Vampira, 9 meses
Dócil e faladeira, conheceu o gostinho de ter uma família por apenas alguns meses.


Homem-Aranha, 8 meses
Preso na corrente a maior parte de sua curta existência, não desaprendeu a ronronar.


Mulher-Invisível, 1 ano
Dengosa e tranquilona, corria risco de atropelamento em uma avenida movimentada.


Feiticeira Escarlate, 3 meses e meio
Parida na caçamba de lixo bem no dia de Natal, é grudinha que só apertando.


Homem de Ferro, 3 meses e meio
Irmão da Feiticeira Escarlate (aqui pode), tem um grande potencial de chameguice.


Doutor Estranho, 3 meses e meio
Irmão da Feiticeira e do Homem de Ferro (não surtem), curte um agito sem compromisso.


Mulher-Maravilha, 7 meses
Supercarinhosa, foi resgatada desnutrida, acreditem, na feira.


Mulher-Hulk, 7 meses
Adotada filhotica, voltou para a rua aos 6 meses sem que a família se desse ao trabalho de inventar uma desculpa. Adora brincar, mas não tem espaço no barraco. Ainda sofre bullying dos cachorros maiores ― três em um único cômodo.

7 comentários:

Anônimo disse...

Tenho fé que todos terão um lar pra chamar de seu!
Maioria dos meus vem de situações parecidas.

Suely Su disse...

Meu Bom Pai Criador e Meu São Francisco de Assis.. ajude a arrumar pessoas que sabem amar e cuidar para adotar esta turminha tão linda!!!

Hi Lucy disse...

Gente, e o fiv/felv dessa moçada? Queria muito mais uma peluda aqui em casa, mas as minhas são fiv/felv negativo.

Beatriz Levischi disse...

Eles não são testados, Nathalia. Cida é uma pessoa bem humilde e está castrando todo mundo pelo CCZ. De qual gatinha você gostou?

Maria disse...

Apesar de tudo o que ja sofreram, eles estão lindos!

Aninha disse...

Tão lindos! Se eu não tivesse tantos...

Lidi Machado disse...

Fico muito triste com tudo, mas feliz que foram salvos por anjos, logo vão encontrar seus humanos, amo muito eu tenho 4 e todos adotados.