.
.

14.1.15

Leitores quadrúpedes

Felinos, caninos, piticos, vovôs, compactos, extragrandes, eles ajudaram o projeto Um Post por Dia para Salvar Vidas a sair do papel! :)

Quando Katia Zutter ganhou um "vale-gato" do marido alérgico, há três anos, foi correndo para a feirinha de Santos adotar Amy, a filhota mais arteira da ninhada.


Ao ouvir dele que deveria escolher outro bichano, para que se divertissem juntos, o Gonzaga tremeu com seu grito. E Harley ficou com a irmãzinha.


As meninas viraram tatoos e a rinite do marido desapareceu.


De orelhas carameladas, Pudim custou R$ 90, por causa de uma hérnia umbilical. Há mais de uma década, espera Andrea Sassaki chegar da rua para lhe fazer companhia no sofá ou esticar as patas na toalha de banho.


Yvni é uma ragdoll sossegada de 5 anos, que se transforma quando vê um insetinho. Já Xerokê, de 8, curte um agito em tempo integral e, como bom vira-lata, raramente fica doente. Os dois brincam, dormem e brigam juntos na casa da Edna Jardim.


Abandonada em uma caixa de papelão, Bela teve complicações renais e acabou sobrando com a Gloria Pontes. Adora buscar bolinhas de sacola plástica para jogarem de novo, ignorando o fato de não saber latir.


Jade foi rejeitada pela mãe do rapaz que a resgatou, pelo pet shop do bairro e pela vizinha, até chegar à porta da Gloria, com quem dorme grudadinha.


Bento mama na Jade. E cabe nesta tigelinha. Precisa dizer mais alguma coisa?


Boris ama Dudu, neto da Gloria. Extremamente dócil, já teve infecção renal, na próstata e deixou de andar temporariamente por causa de uma bactéria na coluna. Espera o reiki ansiosamente.


Apelidada de Fiscal, Sara Lee se mete em tudo. E Gloria fotografa.


Truco deveria tomar conta da família da Gloria, recém-viúva. Passou 42 horas na chuva, sem comer nem beber, caiu dentro da piscina quando o adestrador tentou pegá-lo e, traumatizado por possíveis maus-tratos, virou um parceiro brincalhão.

5 comentários:

Gloria disse...

Obrigado Bia por contar a "nossa" história , e olha que nem mencionamos as outras 24. Quem sabe assim, as pessoas vejam que com amor e paciência é possível que eles tenham uma vida digna e que podem sim conviver em harmonia. Beijo no coração de pudim.

Anônimo disse...

lindas fotos... lindas histórias!!!

Em busca de corpo e alma disse...

Como não ficar com vontade de apertar? E esses cães? Lindos!!!! Vontade de pegar no colo.

Andrea Sassaki disse...

Biaaaaa!!! Hoje que eu li o post! Muito lindas as historia e obrigada por contar a espera da Pudim todos os dias!!!! Beijo!

Beatriz Levischi disse...

:*