.
.

28.12.14

Tempo para respirar

Na segunda, eu esqueci a janela aberta pré-temporal e cheguei da rua com a sala em ondas. Perdi um tempão puxando a água, deixei o vidro escancarado para secar e precisei fazer tudo de novo 20 minutos depois, porque não percebi que voltara a chover. Antes, já havia comprado o presente de aniversário da Amanda e ignorado o dia de dar "parabéns". E combinado a programação de dois fins de semana invertida, para ter de cancelar tudo.

A gota d'água foi colocar ração no potinho da Pipoca, que come separada do grupo por causa do problema renal, e guardar no armário. A madrugada inteira! Achei melhor desacelerar, antes que desacelerassem comigo. Por isso o blog ficou sem atualização na quinta e na sexta ― me comprometi a escrever nos feriados, para quem sobrou em casa não se sentir sozinho. Amanhã, nós retomamos a programação normal.

E no dia 31 tem o post-retrospectiva! \o/

4 comentários:

Marilia Bavaresco disse...

Tem uma hora que tem que dar uma parada! Respirar!
Já me aconteceu inundações sucessivas em casa...
Beijo

Beatriz Levischi disse...

:*

Taciane disse...

Pára guria. Se tu infarta/ ou fica louca, como a gente fica. Nem brinca. Descanse.

Beatriz Levischi disse...

Em março. rs