.
.

21.9.12

Vida boêmia

Bigodinho não quer saber de humanos carentes controlando sua agenda. Aparece no telhado aqui de casa quando sente vontade, fedendo à sujeira barata, mia como se gritasse: "Cheguei, mulher! Traga meu jantar!", come olhando outros rabos de pelo, estica a cabeça para uma coçada apressada e vai embora sem dar satisfação. Essa carinha de bom moço é pura enganação.

6 comentários:

Repositório disse...

É do mundo, não é de ninguém! Ele te escolheu com escrava... =)

Rose disse...

Até a melhor das gateiras tem uma queda por gatos malandros.

Mariana Sassi disse...

Olha ele! Imagino a "operação de guerra" montada para conseguir a foto! :) Beijos!

Jamil P. disse...

E ele já tá castrado?

Beatriz Levischi disse...

Infelizmente não, Jamil, porque eu não consegui pegá-lo: http://blog.gatoca.com.br/2012/08/ponto-de-vista.html. :\

Vânia disse...

não posso ficar nem mais um minuto sem vc...rsrsrsrs