.
.

27.9.12

Feitiço do Tempo

Cinco anos se passaram, a gatinha do post anterior virou um mastodonte, mas continua tentando mamar na mãe (santa Guda!), como se tivesse ficado presa no Dia da Marmota.

15 comentários:

P.wantsacracker disse...

Dia da marmota! eu adorava esse filme "Feitiço do Tempo" e olha que eu sou novinha XD
Adorei seu blog! Em três dias li cinco anos de post e estou cada vez mais apaixonada !
Parabéns pelo trabalho!
Precisando de ajuda com algum bigodinho, estou aqui!

Bet@ Jabor disse...

E viva o amor de Mãe! Quanta paciência e dedicação da Guda! :)

Repositório disse...

Nhoin!

Taciane disse...

hahahahhaha tadinhooooo, se vê bebe ainda.

Loraines disse...

Adoro esse filme. Principalmente da colcha de patchwork da cama que a criatura acorda toda manhã. Ainda vou fazer uma igual.

Márcia Aono disse...

Beatriz, tenho uma família também(a mãe e três filhotes machos). Todos tentam mamar na mãe Sofia, só que ela não é tão carinhosa como a Santa Guda não. Ela enche os meninos de tapas. Um deles, o Napoleão, meu gato de nove quilos, é o que mais tenta, logo é o que mais apanha.Como podem ser tão fofos, não é? Adoro seu Blog! Bjs

Tina disse...

A cara da Guda de "Dah pra acreditar nisso?" eh tudo! rs

Gata Lili disse...

que coisa, hein? ehehe e o papai também adora esse filme do Dia da Marmota! :)

Beatriz Levischi disse...

É por isso que a população do recinto aumentou de quatro para dez bigodes, gente. rs

Sejam bem-vindas ao Gatoca, Márcia e P.wantsacracker! Como vocês descobriram o blog?

Rita Netto disse...

Amo esse filme, Bia. Assito até hoje. A grandona é a filha querendo mamar?? hahaha ainda bem que a minha Manu, mama nas cobertas e na mantinha dela, rss. Não quer aceitar que cresceu. Mas é lindo a mamãe consolando, lambendo a cabecinha dela.

P.wantsacracker disse...

Obrigada Bia =]
Eu descobri procurando dicas para cuidar de um gatinho filhote, porque adotei um essa semana =]

Márcia Aono disse...

Oi Beatriz! Descobri seu blog por meio de uma amiga querida, a Raquel Ionoki, outra gateira. Ela me falou há algum tempo e vinha acompanhando suas histórias. Confesso que muitas vezes, ao lê-las, vc conseguiu arrancar muitas lágrimas dos meus olhos e muitos sorrisos dos meus lábios. Toda vez que ligo o note a primeira coisa que faço é entrar no blog para ver se há algum post novo. Vc é muito talentosa. Parabéns não só pelas histórias mas pelo que vc faz além delas. Bjs

Beatriz Levischi disse...

A própria, Rita.

P.wantsacracker, mande fotos do pequeno: bialevischi@yahoo.com.br.

Obrigada pelo carinho, Márcia! :)

Em busca de corpo e alma disse...

Tenho um gato que tb é assim. Mas a mãe é o edredom :/ Tô usando florais e pra ver se ele para.

Beatriz Levischi disse...

E deu certo?