.
.

2.2.12

Bom gosto de berço

Alê me chama no Skype para contar que a primeira palavra que Lara aprendeu a falar, depois de "mamãe", foi "gato".

- Ela vê o bicho na TV, em revista, de verdade, de pelúcia, em qualquer lugar e solta: "Ato! ". Quando está com a roupinha de gato, aponta para si mesma e repete um monte de vezes: "Ato, ato, ato!".
- Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh! Que legal!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Eu PRECISO ver isso. De cachorro ela não gosta?
- Gosta de todos os bichos. Para cachorro ela fala: "Au, au, au!". Mas se confunde e no meio volta a repetir: "Ato, ato".

Assim nascem as gateirinhas. :)

11 comentários:

Alexandre Luis Pedrosa disse...

Lara gosta de 'bichinhos' logo cedo mesmo. Na realidade vem de berço e de pais bobões. Eu e a Sá amamos animais, sempre tivémos e sempre teremos.

Aline von Hohendorff Maas disse...

que fofa!!!

Andrea Sassaki disse...

Ainnnnn, que nenê mais fofa!!!! Enfim, acho que o mundo já tá mudando....
Beijo, Bia!

Anônimo disse...

adorei seu blog, li um monte de uma vez. peguei uma gatinha numa casa abandonada e ela teve que amputar uma pata da frente, por lesão do plexo. se já tava difícil conseguir alguém que a adotasse, agora pernetinha então... mas não quero deixá-la num abrigo, ela era tão arredia e sinto agora como se fosse uma responsabilidade minha (po, aqueitei um pouco, agora cuida de mim).
mas não sei nada sobre gatos. aprenderemos juntas a conviver uma com a outra.

fernanda.

Paolla disse...

A minha filha também falou "gato" antes de muita coisa... aliás, ela tem pavor de qualquer outro bicho, exceto gato. Aí, quando fui na casa de uma amiga, que tem 3 yorkshires (menores que os nossos gatos), ela primeiro chorou. Depois, foi chamar os cachorros fazendo "psst psst"...

Anônimo disse...

Minha saudosa mãe contava que antes mesmo de andar e falar qualquer palavra concreta, apareceu um gato preto de rua em casa. Como ela tinha sentimentos franciscanos, começou a dar água e comida pro gato e ele foi ficando. Quando ela menos esperava, apareci na cozinha, engatinhando em três apoios, com o coitado do gato preso pelo pescoço embaixo do bracinho, olhei pra ela e disse "cacum"... Acho que certas coisas são de berço mesmo... abraços. Adriana Menezes

Vânia disse...

Que maravilha! Mais uma amante dos bichanos...minha Camila também os ama desde o berço.
Beijos a todos.

Carol disse...

Que fofa!

Adrina disse...

Linda mesmo!! Minha sobrinha de 1 ano e meio não tem bichinhos, mas vem na minha casa e sabe o nome dos gatos! Só a Frida que ela confunde e chama de Chica. E é lindo ver ela pegar o celular de brinquedo e conversar com o Sabugo! Crianças e animais tem tudo a ver, eles se entendem mesmo. Pena que quando cresce, tem muita gente que perde esse dom!

Beatriz Levischi disse...

Crianças criadas com animais crescem diferentes - e olha que eu não fui uma delas! rs

Bem-vinda ao Gatoca, Fernanda! Neste link você encontrará um monte de dicas bacanas para sua bigodinha: http://blog.gatoca.com.br/search/label/Dicas. Parabéns por dar uma chance a um animal abandonado. E, se precisar de ajuda, grita. :)

Tati Mentzingen disse...

Que linda! Minha afilhada é apaixonada por meu gato! Criança e bicho é bom demais!!!