.
.

30.8.11

Quarta festinha do Gatoca

Dessa vez não nevou, eu não fiquei frustrada com o cabeleireiro e nem cheguei por último na comemoração de aniversário do meu próprio blog. A única bola fora foi ter levado uma máquina fotográfica com a bateria arriada para registrar o evento, obrigando vocês a se contentarem com o quebra-galho abaixo.

Durante nove horas, o Barão da Itararé abrigou causos bigodísticos, risadas gostosas e piadas alcoolizadas de quem não teve o bom senso de fazer um cosmopolitan e uma caipirinha de frutas vermelhas renderem a noite inteira como eu. E o coração de pudim virou só calda de ver os amigos de longa data se divertindo com os gateiros recém-chegados.

Obrigada pelo presente em forma de festa. A melhor destes quatro anos. :)


Beto, o cara que tem uma caixinha especial na estante da minha alma


Pavan e Carol, o casal que me faz acreditar em finais felizes


Amanda e Marcus, os pais da minha boneca Alice


Mauro e Maíra, um caso bizarro de amor à primeira vista no boliche


Dani, uma das surpresas do AUG, e Lelly e Nat, as mães do Feijão


Tati e Richard, 18 anos partilhados para acabar dividindo também a Bolota


Michele e Cléber, os amigos emprestados que eu não devolvo mais


Jubs e Mari, os irmãos que são toda a minha família


(com o Daniel) e Carolzinha, a prova de que pimenta e chocolate combinam


Case e Rosa, o porto-seguro que vem com jantar de brinde


Victor e Denise, o puxadinho que está virando permanente


Veja também:
:: Festinha de 2008
:: Festinha de 2009
:: Festinha de 2010

25.8.11

Tendências bizarras - agosto

Desde pequena Jujuba arrasa com sua estampa de vaca, mostrando que brega é quem não sabe combinar.


Outras tendências bizarras:
:: Bobe no ouvido
:: Orelhas assimetricamente serrilhadas
:: Cavanhaque feminino
:: Nariz sujo
:: Excesso de maquiagem

22.8.11

Zero dia sem acidentes

Filhotes deviam andar com aquelas bandeirinhas de sinalizar mesa em praça de alimentação. Assim, a gente não se sentiria culpado por pisar neles – e as criaturas encapetadas poderiam continuar usando o teletransporte para aparecer debaixo de nossos sapatos.

18.8.11

Santa inguinorança 3

Lembram do dedo duro do Google Analytics? Pois aí vão as perguntas bizarras de julho/agosto:

Por que Bactrim causa salivação em felinos?
Porque ele é saborosíssimo. Experimente!
Como tirar cheiro de xixi de rato do fogão?
Sendo vegetariano.
Amoxicilina clavulanato de potássio serve para expelir peito com catarro?
Sim. E dizem que o peito voador ultrapassa a velocidade de 80 km/h.
Quem não é imune à toxoplasmose pode comer pimenta curtida?
Um cérebro capaz de fazer esse link merecia mais atenção da ciência.
Onde encontrar dicas de ambientador para caixa de gatos?
Basta colocar uma música relaxante, acender algumas velas e usar a essência aromatizante preferida do bigode.
Ogros são defensores da natureza?
E fazem curso de etiqueta com a Carmen Mayrink Veiga aos sábados.
Como cuidar bem do meu frigorífico?
Esfregue o chão e as paredes com 50 litros de gasolina e descanse fumando um cigarrinho.
É verdade que giárdia vai para a cabeça?
Isso explicaria muita coisa...
Meninos que nascem só com um tomatinho devem ser castrados?
Sempre! Aproveita e prepara uma saladinha.
Quais são as reações de um gato que fica perdido um mês e volta ao lar?
Primeiro, ele passará horas folheando álbuns antigos de família. Depois, retirará sua Olivetti empoeirada do armário para escrever um livro.

Veja também:
:: Aprendendo a fazer buscas
:: Santa inguinorança
:: Santa inguinorança 2

14.8.11

Especial Dia dos Pais 2011

Vocês devem ter percebido que o segundo domingo de agosto nunca ganhou post no Gatoca. É que essa data não desperta minha verve comemorativa. Justamente por isso, eu resolvi vir aqui dizer para quem não nasceu em família de comercial de margarina, e principalmente para mim mesma, dar uma chance (ou a nonagésima) ao amor desajeitado.

10.8.11

Quarto aniversário do Gatoca

2011 começou, eu pisquei os olhos e o Gatoca já está fazendo quatro anos. Em agosto de 2007, quando o primeiro post foi ao ar, a ideia de escrever 50 textos sobre o mesmo assunto parecia desafiadora, por mais que os bigodes aprontassem. E hoje eles somam 595. Saber que vocês já deixaram 6.180 comentários me obriga exercitar a criatividade e arrumar tempo para manter a atualização, mesmo nos dias de sono devedor e refeições puladas.

Este blog, para mim, significa passatempo disfarçado de trabalho, ponto de encontro de amigos, chance de recomeço para 76 bicos/bigodes/focinhos (ainda que do outro lado do arco-íris). Claro que o quarto aniversário não podia passar em branco, né? A comemoração rolará no Barão da Itararé, sábado (dia 27), a partir das 18h – assim ninguém tem desculpa para não ir. Sofredores do mal da timidez, levem alguém. ;)

8.8.11

Rastreador de fábrica

Experimente guardar as compras do supermercado com a porta da cozinha aberta e Mercv encontrará a sacola dos mamões em cinco segundos, enquanto Clara Luz mastiga as salsinhas e Guda chora porque a gente não come mais carne.

4.8.11

Castração: check!

Reparem no semblante grogue da criatura que passou a segunda-feira esparramada no meu colo. Claro que, na manhã seguinte, Chuvisco (que devia se chamar Tempestade) já estava espalhando as bolinhas de coco pelo banheiro e usando toda a potência dos pulmões para clamar por sua liberdade.

Mas eu nem posso reclamar, porque filhote quieto é filhote doente, né? Agora, só faltam as vacinas. Trabalhar fora obriga a gente a cuidar dos bichos à prestação. Espero que a família do pequeno venha à vista...

1.8.11

Me aqueça neste inverno!

Mesmo tendo um casaco de pele natural, cães e gatos podem adoecer quando as temperaturas baixam. Saiba como evitar

Cafofo protegido
Seu bicho de estimação fica no quintal? Então, providencie uma casinha do tamanho dele (se a grana estiver curta, vale usar bacias ou caixas de papelão). Instale-a longe do vento e da chuva. E não se esqueça de forrar o chão com jornal ou papelão.

Cama quentinha
Para manter aquecidos os cães e gatos que vivem em ambientes internos, separe um cobertor usado. Filhotes órfãos precisam de reforço: enrole uma garrafa com água morna em panos quentes e troque sempre que esfriar.

Roupas apropriadas
Cachorros magros, velhinhos ou de pelo curto precisam delas, sim. Se eles sentirem calor e a peça não estiver apertada, tente um tecido mais leve. Já os bichanos têm menos dificuldades de enfrentar temperaturas baixas – e não curtem "penduricalhos".

Menos banho
Como pelo molhado no frio baixa a imunidade, principalmente de bebês e vovôs, diminua a frequência. Quando a situação ficar insustentável, escolha o período mais quente do dia, use água morna e seque o animal cuidadosamente. Para evitar choques térmicos, deixe o bicho no local por 20 minutos.

Mais ração
É natural que o apetite dos peludos aumente no inverno, pois o metabolismo acelera para manter a temperatura do corpo. Só não adianta exagerar na quantidade de comida, porque obesidade também traz problemas à saúde.

Brincadeiras extras
Faça seu pet correr atrás de bolinhas ou caçar ratinhos. Animais sedentários sentem mais frio.

:: Doe um cobertor ::
Enquanto seu bicho está dormindo quentinho aí, muitos animais adoecem e chegam a morrer de frio nesta época do ano. Cuidados por protetores de grande coração, mas bolso pequenino, eles vivem em abrigos, favelas, terrenos, cemitérios e até em casinhas improvisadas na rua.

Com o objetivo de aquecer esses peludos, em 2009 a ONG paulista Adote um Gatinho criou a Campanha do Agasalho para Cães e Gatos, que já arrecadou mais de 2,5 mil camas, tapetes, cobertores e roupinhas.

Você pode colaborar doando qualquer paninho que seu pet não use mais ou comprando um novo baratinho. Basta entregar em um dos 29 postos conveniados. Quem mora fora de São Paulo deve procurar uma organização não governamental próxima de sua residência.


* Texto escrito para a revista AnaMaria, da Editora Abril.