.
.

14.9.10

Heil, Hitler!

No aniversário do Gatoca, os bigodes ganharam um monte de bolinhas e ratinhos... solenemente ignorados. Quem fez sucesso foi a caixa de papelão dos vasinhos comestíveis da Carol, motivo de briga até hoje. Ninguém pode brincar na dita-cuja sem autorização da síndica, sob o risco de tomar uns croques desmoralizantes em público.

9 comentários:

Selise disse...

Nossa senhora, se minha mãe vir essas fotos ela chora na hora! É igualzinha a Nina, gatinha da minha mãe que morreu de velhice aos 16 anos... poxa vida, é irmã gêmea, até a manchinha tortinha no nariz! A gata mais temperamental que eu já conheci!
Ai que saudades... =/

Veronica Gregório disse...

Hhahaha!!!
Essa Manchinha parece com a do Rodolfo!
Que gato não ama caixas?
Beijos!

Amanda disse...

caixas, sacolas, cobertor desarrumado... rsrsrs bobeia!

Jon Levischi disse...

A gente nunca sabe o que vai agradar de verdade os bigodes! hahahahaha

Anônimo disse...

Aliás, quando vi a Carol entrar com a caixa achei que ela havia trazido um gato pra festa! De fato, trouxe, mas não na caixa...
Abs.
Ana - Araça

Lady S. Skull disse...

Essa manchinha preta no focinho dela é um charme!
Tem selino pra vc aqui: http://modadesubculturas.blogspot.com/2010/09/selinhos.html
bjs!

Kell disse...

Os gatinhos por aqui sempre ganham caixas de papelão e adoram! Pelo jeito, é o presente preferido deles.
Quando vou ao mercado já trago as compras em caixas, já pensando neles.

Beatriz Levischi disse...

Por que você não estimula sua mãe a adotar outro bigode, Selise? :)

Ana, os amigos sabem que Gatoca só aceita bichos de pelúcia agora. rs

Obrigada pelo selinho, Lady S. Skull! Como você descobriu o blog?

Selise disse...

Oi Bia.. minha mãe já tem mais duas ehe... é que essa aí foi a primeira que morreu =/