.
.

11.3.08

O amor na sarjeta

Foi-se o tempo em que a história de "Romeu e Julieta" tinha o poder de fazer voar borboletas no estômago das pessoas. Hoje, quem passa pelo casal de poodles abandonados na Vila Rosa, zona norte de São Paulo, acelera a caminhada, ignorando os olhares de súplica por carinho.

Isabel, o anjo que adotou o Léo, até conseguiu um contato com o Late Show (que prometeu levá-los para tomar banho, tosar, castrar, vacinar), mas eles precisam de um lar temporário enquanto não aparecerem os interessados – coisa que não deve demorar, devido à repercussão do programa.

Algum leitor de bom coração deste blog pode hospedá-los? Ou, pelo menos, ajudar na divulgação? Se cada um fizer um pouquinho, daremos a esse romance um final bem mais feliz que o de Shakespeare! :)

19 comentários:

mercvrivs disse...

eu tenho certeza que alguém vai aparecer...

Tati Mentzingen disse...

que coisaa ruim isso!

tomara que apareça alguém logo, logo!

Beijos

Gatinhos de toda parte disse...

Eles são muito dóceis! Fazem festa pra todos que se aproximam. Também são muito apegados um ao outro e, por isso, precisam de alguém que os adote juntos.

Gatinhos de toda parte disse...

Detalhe que eu só fiquei sabendo agora:

Os dois foram "jogados" na rua pela dona que mora perto de onde eles estão :-X

Eles ficam perambulando dia e noite pela vizinhança em busca de comida, água e proteção :-(

Amanda disse...

Olha, Gatoca vicia viu...

Anônimo disse...

Olá
Coloque um contato pra eu poder repassar na internet.
Mônica Padilha

Lucy disse...

Bia, a Mônica, do post acima, é a vizinha que te falei. Ela disse que não será difícil. Ficarei na torcida. bjus

Guiga disse...

Não sou de SP e nem sabia dessa história. Mas acho simplesmente inadmissível que donos abandonem seus bichos!
Os que nascem e se criam na rua, por mais judiados que sejam, nunca conheceram outra vida. Mas imaginem um bichinho que sempre teve comida no prato, remedinho disso e daquilo, cama quentinha...um dia acorda sem nada disso e sem nem saber porquê!
Tenho certeza que se aparecerm no Late Show vão conseguir um lar, sim!

Gatinhos de toda parte disse...

O contato é a Isabel: isabelttrevisan@hotmail.com

Patrícia disse...

oi beatriz! tb não moro em sp e igualmente não entendo como alguém pode abandonar seu bicho assim! eu tenho tanto amor na minha nina, q ela é minha filha! não consigo nem imaginar uma coisa dessas... é muito triste. vou rezar bastante e fazer muito pensamento positivo pra dar tudo certo pra esses bichinhos lindos. boa sorte!

Bella disse...

Oi, Beatriz! Estou daqui de Brasília aflita para saber como Romeu e Julieta estão... assim que puder, publique notícias deles!!! Há de haver alguma alma caridosa em Sampa que queira - e possa - ficar com a dupla, não é? Tomara que isso se resolva logo...
abraços.

Beatriz Levischi disse...

Patrícia, você tem notícias dos cachorrinhos?

Adorei o post, Amandinha! Queria comentar, mas nunca consigo no Wordpress. E pensar que devemos nosso reencontro à Receita Federal... :)

Obrigada pela ajuda, Mônica.

Anônimo disse...

Eu queria saber se os dois pequenos estão bem?


Sonia

Gatinhos de toda parte disse...

Estão na mesma situação :(

Dormindo na rua, pedindo carinho pra todos que passam...

Anônimo disse...

Galera, entrei em contato com a Presidente do Clube do Poodle de São Paulo. Pedi ajuda. Ela enviou meu e-mail para a lista do clube e vai colocar uma mensagem no site deles.
Segunda-feira, vou ligar de volta para saber se algum criador pode dar lar temporário.

bjs,
TH

Clara disse...

Ol� Beatriz!

Como est� o casal? Conseguiram um lar tempor�rio?

Conheci o blog ontem, e amei!

Tenho uma gatita branca, peguei-a com cria...
Depois de protestos, ela agora � a alegria da casa :)

A hist�ria da gatinha cinza me indignou...

Estarei passando por aqui sempre!

Beatriz Levischi disse...

Bem-vinda ao Gatoca, Clara! Parece que nada mudou com relação aos cachorrinhos.

Anônimo disse...

Oi, Clara,
Não, não ouve mudança. O povo do poodle não me deu retorno. Não consegui abrigo em nenhum lugar para eles. Tá um frio danado hoje de noite e eu não paro de pensar neles...

Abraço,
TH

Isabella disse...

Olá,
Soube da história e fiquei com o coração apertado, principalmente por ser de longe, de Florianópolis. Tenho três poodles e sei como eles são carentes. Imagina esse casal lindo e dócil tendo que se virar sozinho nas ruas. Vocês alguma novidade sobre os dois?
Um abraço
Isabella (www.amigocao.com)