.
.

13.3.08

Esqueletinhos: mais uma baixa

Ontem, quando Meg deixou a ração semanal para os quatro esqueletinhos* que sobraram no cortiço, dona Lourdes contou que a Cinza havia ficado doente e morreu. Assim a seco, sem mais explicações. Não consigo parar de pensar a que ponto chega o egoísmo do ser humano. Sei que a gente se apega aos bichinhos, mas recusar-se a doar sem ter dinheiro para alimentá-los com algo diferente de arroz, muito menos para levar ao veterinário em casos extremos me soa deveras cruel. Espero que o imóvel seja vendido antes dos outros virarem estrelinha também. Essa gatinha (pasmem!) era de raça (Azul da Rússia) e encontraria fácil uma família de comercial de margarina para encher-lhe de mimos. Inclusive os desnecessários! Ai, ai... Estou melancólica demais hoje. :\


*História completa dos montinhos de ossos da dona Lourdes, constantemente atualizada.

13 comentários:

Nessita! disse...

que pecado essa gatinha linda ter morrido assim, sem nenhuma explicação. muito triste mesmo. só quem realmente ama gatinhos para entender a tristeza que nos abate. :(

Gatum disse...

Que tristeza, mais um morte desnecessária...
E mesmo assim a D. Lurdes não aceita doar os outros?Mesmo sabendo que teram uma vida melhor?

Michelle disse...

Que dó Bia..sem comentários..nessa foto ela esta com carinha de triste, devia estar doentinha. Bjs

.mercvrivs. disse...

já dava para ver nessa foto a magreza e os olhos embaçados. não acho adjetivo para esta coisa que faz isso com os gatinhos...

Guiga disse...

Independente de ela ser linda, merecia uma vida melhor!
Ela seria doada fácil-fácil!
Muito triste ver casos assim de perto, como tu está vendo, e não poder ajudar o quanto tu gostarias!
Inadmissível é ver um bichinho "se indo" e não fazer NADA!

mlicursi disse...

Putz!

Se ela não pode alimentar um animal carnivoro com outra coisa que não seja arroz, não devia ter.

Isso é egoismo...

Ai, ai...o ser humano...

Beijo, Bia

Amanda disse...

ódeo... pessoas são cada vez mais incompreensíveis. Da próxima vez a gente monta um grupo terrorista, vai lá e sequestra o gato!!!

Ana Paula disse...

Amanda, gostei da tua idéia. Pelo menos a pobrezinha ia ter mais chances de sobreviver.
Ana

Beatriz Levischi disse...

A foto é de setembro de 2007, quando eu descobri o cortiço e seus 30 montinhos de ossos. Nesse post tem outras imagens, além da história de como tudo começou: http://gatoca.blogspot.com/2007/10/eu-podia-estar-roubando-eu-podia-estar.html.

A gente fica indignado ao perder uma vida, mas não podemos ignorar que a Cinza estava velhinha e dificilmente chegaria à terceira idade depois de passar por tantas dificuldades.

Agora que castramos todo mundo, aliás, que levamos ração semanalmente e que dona Lourdes, do jeito dela, limpa o cocô e xixi, não dá mais para chamar o Centro de Controle de Zoonoses. Nem na época em que a situação beirava o caos, eles intervieram!

Também confesso que me sentiria constrangida de fazer qualquer denúncia já que ela nos deixou ajudar, ainda que aos trancos e barrancos, 23 esqueletinhos. Infelizmente, como a Susan bem lembrou, existem casos piores, gatos piores, velhas loucas piores.

O que eu queria mesmo era que todos os bichinhos do mundo encontrassem uma Gatoca.

Lina Gatolina disse...

Vamos continuar sonhando... e trabalhando!
Beijos
Denise

Silvana disse...

É. (fazendo minhas as palavras de Mercvrivs)

silvana disse...

É. (fazendo minhas as palavras de Mercvrivs)

Adriana disse...

Não sei se vocês perceberam, mas esse gatinho tinha hidrocefalia. Olha o furinho "natural" na testa para drenar o excesso de líquidos. Tadinho!