.
.

12.3.08

Adeus selva!

Quando deixei o matagal tomar conta do jardim aqui de casa, inspirada na história de "João e o Pé de Feijão", não imaginava a quantidade de seres que passariam a viver entre suas folhas. Na manhã do último sábado, bichos de todas as cores, formatos e tamanhos saltitavam em protesto contra o esforço do Eduardo de destruir suas moradas. O trabalho de limpeza durou quase três horas e rendeu oito sacos gigantes de lixo. Apesar de não terem gostado muito do resultado, boa parte dos bigodes quis participar da farra. E as Gudinhas logo encontraram uma função para os buracos que sobravam na terra: privadas ecologicamente corretas. Espero que nenhuma freira concepcionista esteja enterrada no nosso quintal.


8 comentários:

Tati Mentzingen disse...

mãe de gatoca, responda-me uma coisa!

Ai rola uns estranhamentos de vez em quando com tanto gato junto? pq eu com dois ja ando seprando umas dentadas mais forttes....acho que vou ficar doida!!!!!

Beijos

Ps: as gudinhss de inhas não tem mais nada né?

Ana Paula disse...

Parece a Minhau. Se estamos mexendo em sacos, caixas ou malas, lá está ela, metendo a cara e querendo ajudar (ou agitar) que nem as gudinhas.

beijo, Ana

Gatinhos de toda parte disse...

Igualzinho a quando minha mãe resolve fazer essas limpezas no quintal de casa :)

Patrícia disse...

as gudinhas são gostosas demais! me divirto com as histórias...
dê um aperto em cada uma por mim... beijo!

Amanda disse...

mas gato não pode ver um buraco né... já cansei de fechar um deles no armario, e depois só descobrir quando ouvi aquele miadinho ao looooooooonge....

Beatriz Levischi disse...

Tati, tem vezes que o Simba resolve brigar com o Mercv, o humor da Chocolate alterna entre tapas e beijos ao longo do dia, e Clara só se dá bem com o leãozinho. Também acho que vou enlouquecer. rs

Por falar em buracos, morri de rir com esse texto sobre os motivos pelos quais os cachorros cavocam: http://www.saudeanimal.com.br/artigo88.htm.

Amanda disse...

... e foi assim que minha mãe encontrou um fêmur de boi enterrado no meio dos brócolis da sua horta...

e viva a receita! hahaaha

Beatriz Levischi disse...

Um fêmur de boi?!?!?! Que triste...