.
.

20.2.08

Sinalização para a vida

Estou pensando em pintar uma faixa de pedestres aqui na sala, devido ao fluxo contínuo de bigodes em alta velocidade, e ver se consigo fazer as travessias com um pouco mais de segurança. Agora, à noite, quase fui atropelada numa perseguição enlouquecida de polícia e ladrão (daqueles que não ficam pendurados ao telefone, simulando seqüestros).


Obs.: Foto do Mercv aos dois meses de idade, quando seu único amigo para as brincadeiras de pega-pega era o ratinho de gatária.

5 comentários:

Ana Paula disse...

A Minhau já tem 10 anos e ainda continua tão maluca quanto na época de filhote. As vezes ela dá umas corridas pela casa parece que está fugindo de alguém. Na falta de outro gato por aqui, ela brinca com meu braço que vive arranhado.

bjo, ana

Patrícia disse...

hahahaha! acho q vou pintar uma faixa em casa tb... ainda mais q eu moro em apto! a nina acorda todo dia umas 5:30h e começa a corrida matinal, fazendo seus tradicionais barulhinhos de coruja... mas é tão fofa q eu nem fico brava! coitada da vizinha de baixo! beijos!

Beatriz Levischi disse...

Ana, espero que os bigodes envelheçam assim, cheios de vida. :)

"Barulhinhos de coruja" foi ótimo, Patrícia.

Nessita! disse...

hahahahha
aqui em casa eu tb sou atropelada por cinco bigodes que resolver correr em carreata! é um tal de pega-pega e eu ainda fico atrapalhando o caminho. hehehe

amei teu blog!!!

Beatriz Levischi disse...

Obrigada, Vanessa! Seja bem-vinda ao Gatoca. :)