.
.

7.9.07

Café com leite

Dois anos e dez bigodes depois, chegara a minha vez de enfiar vermífugo goela abaixo de um gato. Sem Eduardo e Dr. E., peguei um copo com água, seringa, toalha, requeijão, dois terços e pedi ajuda para o braço não-acidentado da Mariana, minha irmã motociclista. Mas nem valeu a experiência porque Guda foi tão boazinha que engoliu o comprimido sozinha, assim que encostou na língua, e ainda ficou encarando o artefato bélico sobre a mesa com cara de ponto de interrogação.

13 comentários:

Mari disse...

Foi mesmo, né?! Ficamos as duas com cara de idiota, pagando o maior mico!

turmadosilvio disse...

Tô falando... depois que a gente tem filhos, qualquer coisa parece fácil: cirurgia, injeção, comprimido...Moleza!

ps. ela é uma lindeza.uma senhora de classe.
Denise

turmadosilvio disse...

ah, por falar nisso, vc conhece o texto "como dar comprimido a um gato"?
Denise

turmadosilvio disse...

e já que a gente pode contar coisas sobre os nossos gatos também...
o nosso Willy, no dia da vacina, fez com o vet o mesmo que a Guda fez com vcs.
precisavam ver a cara de alívio do moço,que veio preparado para ser unhado e mordido, qdo tudo terminou sem sequer um miado.

Denise

Cristina disse...

Os meus são dom mesmo jeito so q eu faço assim, dou alguns graos de ração na mao e no meio o remedio. Comem q nem veem!
Educados nossos nenens!

Gisele disse...

Ai, ai, vcs não sabem a sorte que tem... Os 5 aqui de casa requerem todo o aparato que a Beatriz descreveu e mais um boa porção de paciência...
Beatriz, mas me diz uma coisa: a Guda foi uma Lady, "uma senhora de classe", como bem disse a Denise aí em cima. Mas e os outros 4 adultos?! Vc ainda não fez a experiência com eles?! Será que vc terá a benção suprema de serem todos civilizados?!

turmadosilvio disse...

gisele, se vc tem os problemas do comprimido, sugiro a leitura do texto. é imperdível!
Denise

Anônimo disse...

ai mas essa Guda é a coisa mais linda, fofa e gostosura !!
Final de semana passado também dei vermífugo para a minha pequena. Pedi para o pai segurar, coloquei na linguinha e também me preparei para ir buscar o gato atrás do sofá e o comprimido em cima do lustre, mas a sapequinha engoliu como se nada fosse...
fofa !
Hj sofri para dar banho da fedidinha... uffa ! o banheiro e eu ficar ensopados !!
Mas a dengosa está cheirosa e fluffy que é uma delícia.
Julie

Beatriz disse...

Não conheço esse texto, não, Denise. Tem link? No veterinário, os gatos costumam ficar quietinhos.

Cristina, sabe se os comprimidos podem ser mastigados? Pergunto porque há remédios que precisam dissolver no estômago, né?

Quem sempre deu vermífugo aos bigodes foi o Eduardo, Gisele. Mas não me lembro de nenhuma tragédia. Simba sofreu mais que os outros, porque teve sarna de ouvido, escoriação no olho esquerdo e um dedinho quase amputado. Até hoje, se o pego no colo, acha que será "torturado". Um dia ainda publico essa crônica. :)

Julie, como você consegue dar banho na pequena em casa?

Cristina disse...

Bia n sei se podem ser mastigados n, mas vou v isso!
Eu tb dou banho em todos em ksa. Eles tomam banho de agua morna no tanque e a Bisguila n da nenhum miado, apenas fica em pé e segura na torneira, Eh linda!
Ja os filhotes miam bastante, mas ja estao se acustumando!
Vc da banho em todos no VEt?
bjus

Gisele disse...

Denise, eu tenho o texto, recebi por email já há algum tempo. Mas tenho de confessar que, não importa qtas vezes eu o leia, dou risada! Toda vez, sem exceção! Só quem já penou nas patas de felinos ensandecidos sabe o quão tragicômico é o texto...*rs.
Ah, Beatriz, promessa é dívida! Vou cobrar a crônica da estória do Simba! Com certeza ele sofreu bastante com todos estes problemas com que veio da rua mas, agora que está são, salvo, forte e em segurança em sua casa, já dá para conseguir extrair o lado cômico da situação, não é?! Tb tenho um
"traumatizado" aqui em casa, o Gunther, que chegou com sarna de ouvido (tb), sarna normal, anêmico e com uma barriga redonda e durinha, durinha de vermes. Parecia um E.T. de tão feio, o pobrezinho. Hj é saudável e bonito, mas continua apavorado...*rs.

turmadosilvio disse...

www.protetorasindependentes.hpgvip.ig.com.br/diversos/comprimido.html

Denise

Beatriz disse...

Eu só dou banho quando a situação é calamitosa, Cristina. Acho um sofrimento para o gatinho. Sem contar que eles se viraram muito bem sozinhos.

Denise, se conhecesse o texto sobre o comprimido, confesso que nem me arriscaria. Santa Gudona!

Não existe bichinho cuidado com carinho que fique feio, né, Gisele?